Rússia tem recorde de mortes diárias de Covid e passa a obrigar uso de máscara

4º país com mais casos do mundo, só atrás de EUA, Índia e Brasil, sofre com nova onda do vírus. Foram registrados 320 novos óbitos e 16,5 mil infectados nas últimas 24 horas.


0
Foto: Pavel Golovkin/AP

Um dos países mais afetados pela pandemia do novo coronavírus, a Rússia registrou um recorde de novas mortes por Covid nesta terça-feira (27) e anunciou novas medidas de prevenção ao vírus, inclusive o uso obrigatório de máscaras. Foram 320 novos óbitos e 16,5 mil casos confirmados nas últimas 24 horas.

O país é quarto com mais infectados (1,5 milhão), só atrás de Estados Unidos (8,7 milhões), Índia (7,9 milhões) e Brasil (5,4 milhões) e tem mais de 26,4 mil mortes registradas, segundo a Universidade Johns Hopkins. Assim como restante da Europa, o país enfrenta uma segunda onda do vírus – e Moscou e a região metropolitana são o principal foco. Vários países têm registrado recordes diários de novos casos, como Alemanha, França e Espanha, e dados da OMS apontam que o mundo bateu nove vezes recordes diários de infectados em outubro.

Novas restrições
Com a alta no número de casos e mortes, a autoridade de saúde russa Rospotrebnadzor anunciou que o uso de máscaras agora é obrigatório “em lugares lotados, transportes públicos, táxis, estacionamentos e elevadores”.

A autoridade de saúde também recomenda a limitação das saídas noturnas, entre as 23 horas e as 6 horas, com a proibição de eventos públicos e o funcionamento de restaurantes. Segundo a Rospotrebnadzor, a aplicação das medidas depende das autoridades regionais.

Apesar do anúncio, as autoridades russas dizem que a situação está sob controle. O intuito é evitar medidas rígidas de confinamento, que afetaram uma economia que já abalada antes da pandemia.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui