Sabedoria é reconhecer o tempo certo de esperar e de agir

Confira o comentário da jornalista, psicóloga e psicanalista clínica Dirce Becker Delwing.


0
Foto: Divulgação

“A mulher perfeita é uma vaca”, escrito pela humorista Anne-Sophie Girard e pela jornalista Marie-Aldine Girard. Elas são irmãs e nasceram na França. Comprei a obra num sebo. Achei o título muito inusitado. O texto é escrito num tom de ironia, embora fale de situações sérias, constrangedoras e inquietantes que permeiam o cotidiano do universo feminino.


ouça o comentário 

 


 

Tem uma parte do livro onde as autoras conversam sobre conquistas amorosas e, então, dizem que é prudente não mostrar logo, de forma escancarada, que a gente está interessado na outra pessoa. Quero usar essa parte do livro para pensar sobre a sabedoria que consiste em saber, ou reconhecer o tempo certo das coisas. Acredito que é importante, por exemplo, identificar quando devemos intervir numa discussão; quando é hora de advertir um filho; saber o tempo certo, o momento certo de fazer uma manifestação numa reunião; ter bom senso para saber o tempo de ficar na casa de outra pessoa; o tempo certo de permanecer num bar, numa festa.

Minha participação aqui no programa “Acorda Rio Grande” tem um tempo certo, que não ficou estipulado de forma oficial, mas eu tenho que ter a percepção da hora em que devo encerrar. Muitas vezes, quando a gente se excede pode tirar o encanto ou a visibilidade daquilo que construiu dentro do período considerado ideal. No meu caso, a ultrapassagem desse limite pode desencadear excessos que transbordam para a tagarelice. E isso vale para as mais diversas situações da vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui