Saiba como manter sua lingerie livre de fungos e bactérias

Médica recomenda não secar as peças no banheiro.


0
Foto: Divulgação / Ilustrativa

Você sabe lavar sua roupa íntima da melhor forma ou até como guardá-las corretamente? A revista Glamour conversou com a ginecologista Ana Carolina Lúcio Pereira, para entender como escolher e cuidar da sua calcinha para evitar futuros problemas.

Apesar de existirem diversos modelos e tecidos, investir em calcinhas com tecidos respiráveis, como o algodão, é essencial para evitar infecções na região. Materiais sintéticos como o nylon e o elastano não permitem que a área respire, criando um ambiente úmido e quente, propício para o surgimento e proliferação de fungos. Aposte em tecidos naturais

Outra dica importante é trocar a roupa íntima todos os dias. Não existe certo e errado quando o assunto é dormir, ou não, de calcinha. Mas, caso você lide com infecções fúngicas regulares, ir para a cama sem calcinha pode fazer toda a diferença. A médica explica que ficar sem uma barreira de tecido permite que a área respire da noite para o dia, evitando que a umidade se acumule ou crie um ambiente para a formação de bactérias.

Após a lavagem das peças, seque em ambiente que de preferência tenha sol ou seja ventilado, nada de deixar a lingerie secar no banheiro.

Por fim, a dica é substituir a roupa íntima no período de um ano, diz a médica.

Fonte: Revista Glamour

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui