Saiba o que fazer quando uma criança parar de respirar

Sargento do Corpo de Bombeiros de Lajeado dá os primeiros passos a serem seguidos e orienta como fazer a manobra de Heimlich


0
Leandro Oliveira, sargento do Corpo de Bombeiros de Lajeado (Foto: Rodrigo Gallas)

A primeira coisa a se fazer quando identifica-se que uma criança parou de respirar é ligar para o Samu, no número 192, ou para o Corpo de Bombeiros, no 193, orienta o sargento do Corpo de Bombeiros de Lajeado, Leandro Oliveira. A situação será tratada como prioridade, principalmente, se o caso envolver criança ou gestante, salienta.

“Com as crianças, normalmente, a gente não sabe precisar há quanto tempo ela se engasgou e como aconteceu. Muito fácil a criança pegar qualquer objeto. Quando se trata de criança lactante, até cinco meses, acontece [com certa frequência] o engasgo com o leite”, informa.

O sargento pondera que nestas situações é comum ficar nervoso. “Posso não me manter calmo, mas preciso ter consciência do que estou fazendo.”


ouça a entrevista


 

Após entrar em contato, uma viatura será deslocada imediatamente para o local da vítima. Enquanto isso, um atendente dará instruções para a pessoa com a criança realizar a manobra de Heimlich. Esta é uma técnica de primeiros socorros, utilizada em casos de emergência por obstrução de corpo estranho, provocada por um pedaço de comida ou qualquer tipo de corpo estranho que fique obstruído nas vias respiratórias, impedindo a pessoa de respirar.

Na manobra de Heimlich, segundo explicou Rosângela Cavalcante, utilizam-se as mãos para fazer pressão sobre o diafragma da pessoa engasgada, o que provoca uma tosse forçada, que faz com que o objeto seja expulso das vias aéreas. Isso porque, o engasgo é uma manifestação do organismo para expelir alimento ou objeto, que toma um “caminho errado”, durante a deglutição.

A manobra deve ser utilizada em caso de obstrução total das vias aéreas por corpo estranho, impedindo completamente o fluxo de ar para o pulmão. A vítima apresentará tosse silenciosa, não conseguirá emitir sons e a respiração cessará.

Como realizar a manobra

Posicione-se por trás e enlace a vítima com os braços ao redor do abdome (se for uma criança, ajoelhe-se primeiro), caso ela esteja consciente. Uma das mãos permanece fechada sobre a chamada “boca do estômago” (região epigástrica).

A outra mão comprime a primeira, ao mesmo tempo em que empurra a “boca do estômago” para dentro e para cima, como se quisesse levantar a vítima do chão. Faça movimentos de compressão para dentro e para cima (como uma letra “J”), até que a vítima elimine o corpo estranho.

Como agir em caso de engasgo em bebês:

Coloque o bebê de bruços em cima do seu braço e faça cinco compressões entre as escápulas (no meio das costas). Vire o bebê de barriga para cima em seu braço e efetue mais cinco compressões sobre o esterno (osso que divide o peito ao meio), na altura dos mamilos. Tente visualizar o corpo estranho e retirá-lo da boca delicadamente. Se não conseguir, repita as compressões até a chegada a um serviço de emergência (pronto socorro ou hospital).

Esses procedimentos são válidos somente se a criança ou o adulto engasgado estiverem conscientes. Vítimas inconscientes precisam de atendimento hospitalar rapidamente. Os primeiros socorros para asfixia ou engasgo devem ser tomados até que seja possível o atendimento especializado.

Imagem: Divulgação / Corpo de Bombeiros

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui