Salas de recursos lúdicos-pedagógicos de Estrela ganham ferramentas

Educação de Estrela investe em aparelhos que diversificam, qualificam e dão maior durabilidade à utilização de peças e jogos pedagógicos considerados essenciais no processo de alfabetização


0
Foto: Divulgação

A Secretaria Municipal de Educação (Smed) realizou, nesta quarta-feira (22), a entrega de plastificadoras portáteis e eletrônicas. Os aparelhos são ferramentas empregadas na confecção de materiais educativos, como jogos pedagógicos e outros recursos lúdicos de grande reconhecimento e valor no processo educacional, principalmente na pré-alfabetização.

De acordo com a titular da Smed, Elisângela Mendes, trata-se de uma ferramenta cuja rotina escolar explica sua demanda, necessidade e utilidade. “É uma das peças mais requisitadas pelos nossos educadores, principalmente os que trabalham nas salas de recursos pedagógicos e laboratórios de aprendizagem. Sua utilidade é grande tanto na elaboração de jogos, brinquedos, peças, letras e outros elementos que tornam o aprender mais criativo e atrativo para a criança, além de ter utilidades diversas na rotina escolar, como poder plastificar um conteúdo educativo ou aviso de utilidade pública”, explica.

Foto: Divulgação

A professora Gislaine Hauschild é uma das idealizadoras das salas de recursos do município. Foi uma das professoras que veio pessoalmente receber o aparelho. Ela não esconde a felicidade pela chegada das novas ferramentas educacionais. “Trata-se de uma antiga requisição que vai atender a uma demanda muito grande e diversa. Tão pequena, mas tão útil. Um verdadeiro avanço que não tem preço quando o objetivo é o bem educar”, diz.

“Com ela podemos, por exemplo, plastificar peças de jogos, de brincadeiras lúdicas e outras ferramentas que nós mesmos confeccionamos, e com isso evitamos gastos com a aquisição comercial. A diferença é que plastificados, essas peças e jogos se tornam de manuseio mais fácil por parte da criança, têm durabilidade e vida útil muito mais longa, pois não perdem cor e se tornam mais resistentes, assim como mais higiênicos, o que é um avanço em se tratando também da Covid”, detalha ela. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui