Salva Craft Beer adquire área em Paverama para cultivar lúpulo próprio

Cervejaria gaúcha adquiriu área para plantação da espécie e projeta colher cerca de quatro toneladas do produto nos próximos anos


0
Foto: Divulgação

A Salva Craft Beer, localizada no km 382 da BR 386, em Bom Retiro do Sul, acaba de adquirir uma área em Paverama para plantação exclusiva de lúpulo próprio. Localizada a 11 km de distância da cervejaria, o local conta com uma área total de 12 hectares e inicialmente está prevista a utilização de três hectares, nos quais serão cultivadas cerca de nove mil plantas. A expectativa é de que haja uma produção de quatro toneladas de lúpulo que serão utilizadas na produção das cervejas da marca. O investimento até o momento foi de aproximadamente R$ 500 mil.

Nesta primeira etapa, o projeto está em fase de preparação da área, com a agrimensura para demarcá-la de maneira correta. Após feito este processo, será a vez do corte da floresta de eucalipto (finalidade do espaço até então) e o destocamento. Também será executado todo o trabalho de recuperação do solo antes do plantio de lúpulo. A expectativa para o início da plantação é a primavera de 2022 e com a primeira colheita prevista para a safra 2022/23.

O lúpulo é uma planta perene, trepadeira e dióica (tem os sexos separados em plantas diferentes). Para o seu plantio são utilizadas apenas plantas femininas, que tem características mais interessantes e consequentemente produzem mais lupulina (pó amarelado que fica dentro dos cones de lúpulo, os quais são responsáveis pelos teores de alfa ácidos e óleos essenciais).

Para o cultivo é necessário a construção de um sistema de condução de treliças com seis metros de altura, onde as plantas crescem e produzem as flores, que se desenvolvem para os cones. Os cones são as flores femininas maduras e não fecundadas. Então, no momento de colheita derruba-se a planta e é feita a separação dos cones.

Durante o processo de preparação do terreno serão contratados diversos profissionais, temporários e efetivos, para auxílio na condução do projeto. Está prevista também a construção de uma zona de processamento de todo esse lúpulo produzido, com maquinário de colheita, secagem e beneficiamento. Inicialmente, serão plantadas variedades de lúpulo que já estão dando certo na propriedade dos produtores parceiros da Salva –  como são os casos da East Kent Golding, Centennial, Cascade e Hallertau Magnum. Além disso, a empresa pretende ter uma área dentro da propriedade voltada a testes de todas as variedades já legalizadas no Brasil. 

Fundada em 2016, a Salva é uma das únicas cervejarias do país que conta com plantação própria de lúpulo e um dos parceiros produtores conta com uma das primeiras produções certificação orgânica do Brasil. Isto demonstra a valorização da empresa pelo natural e pelo puro – que é traduzido no sabor de suas cervejas. A capacidade atual está em torno de 320 mil litros por mês e seus produtos são envasados tanto em latas, garrafas de vidro e barris de chopp. Em 2019, a marca recebeu a maior premiação do Brasil, no Festival de Blumenau, com o prêmio Best Of Show para a sua cerveja Pilsen Export. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui