Santa Clara do Sul investe R$ 192 mil em Cheque Incentivo

Neste ano 372 produtores recebem o incentivo. Benefício varia entre R$ 100 e R$ 2.500.


0
Foto: Rafael Simonis

Com o intuito de fortalecer o setor primário e possibilitar o aumento da produtividade nas propriedades rurais, neste ano o governo municipal vai beneficiar 372 produtores com o Cheque Incentivo, totalizando um investimento de R$ 192,2 mil.

Têm direito ao auxílio os produtores cuja média de vendas, descontadas as compras (valor adicionado), seja de pelo menos R$ 5 mil. O agricultor também deve estar com o talão em dia e quites com o município. O benefício, que começou a ser pago em 1º de junho, varia entre R$ 100, e R$ 2.500.

Instituído no município em 2007, o Cheque Incentivo é utilizado para a compra de produtos voltados à produção primária dentro de Santa Clara do Sul. Para tanto, os beneficiados devem apresentar as notas fiscais, com nome e CPF, até 30 de outubro no Departamento da Agricultura para depois serem ressarcidos com o depósito na conta.

Os produtos que podem ser comprados com o Cheque Incentivo são adubos, ureia, superfosfato triplo, ração bovina e suína, sementes, combustível diesel, equipamentos, material de construção para a propriedade, mudas frutíferas e implementos.

Criador de suínos, Fabiano Schossler é um dos beneficiados com o incentivo. “O auxílio é muito importante para os produtores. Neste ano compramos ureia para plantar milho. Mas também temos usado para comprar diesel e material de construção”, informa o morador de Sampainho, que produz em média 540 leitões por lote para terminação.

Outro produtor que utiliza o Cheque Incentivo é o suinocultor Dilson Burghardt, de Sampaio. Segundo ele, todas as iniciativas do município no sentido de auxiliar o setor primário são bem-vindas. “Nos últimos anos temos comprado diesel para abastecer o trator”, destaca.

Produtor de orgânicos e gado de corte, André Stolben enaltece a importância do Cheque Incentivo para a manutenção dos jovens no meio rural. “Este é um benefício muito bom, porque fortalece a agricultura e incentiva a sucessão rural”, salienta.

De acordo com o prefeito Paulo Kohlrausch, o programa tem ajudado a melhorar a infraestrutura das propriedades e a qualidade de vida das famílias rurais, estimulando os jovens a permanecerem no campo. AI/RC

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui