São Paulo de Rio Grande rescinde contrato de jogador que agrediu juiz

Willian Ribeiro segue recolhido na Penitenciária de Venâncio Aires e responderá por tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil


0
William Ribeiro, ex-camisa 10 do time da zona sul do estado (Foto: São Paulo de Rio Grande / Reprodução)

O São Paulo de Rio Grande rescindiu o contrato de William Ribeiro. O camisa 10 do time da zona sul do estado, agrediu o árbitro Rodrigo Crivellaro em partida contra o Guarani de Venâncio, realizada na noite desta segunda-feira (4), pela 12ª rodada da Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho, no Estádio Edmundo Feix, em Venâncio Aires.

A nota, assinada pelo presidente do Sport Club São Paulo, Deivid, Goulart Pereira e publicada nas redes sociais do clube no início desta terça-feira (5), afirma que o clube “se deparou com um dos episódios mais tristes de sua história, uma fatídica cena que chocou todas as pessoas que amam não só o futebol gaúcho, mas todas aquelas que simplesmente amam o esporte de modo geral”.

A publicação, que começa com os dizeres “Lamentável. Lamentável e acima de tudo, revoltante” também pede “desculpas ao profissional agredido e sua família, assim como pedimos desculpas ao público, de modo geral, pela cena lamentável vista hoje”.

Confira a nota oficial o São Paulo de Rio Grande:

“Lamentável. Lamentável e acima de tudo, revoltante.

No exato dia em que toda a família rubro-verde reuniu-se para comemorar mais um aniversário – 113 anos de Sport Club São Paulo -, nosso Clube se deparou com um dos episódios mais tristes de sua história, uma fatídica cena que chocou todas as pessoas que amam não só o futebol gaúcho, mas todas aquelas que simplesmente amam o esporte de modo geral.

Podem ter certeza, lamentamos e nos envergonhamos profundamente de todo o ocorrido, todo nós em absoluto, toda a nossa nação rubro-verde: Direção, torcida, demais jogadores, etc. Pedimos todas as desculpas do mundo ao profissional agredido e sua família, assim como pedimos desculpas ao público, de modo geral, pela cena lamentável vista hoje.

O contrato com o atleta agressor está sumariamente rescindido. Ademais, todas as medidas possíveis e legais em relação ao fato serão tomadas.

Rio Grande, 04 de outubro de 2021

Deivid Goulart Pereira

Presidente do Sport Club São Paulo”

A agressão

Aos 15 minutos do segundo tempo, o time da casa vencia pelo placar de 1 a 0, quando o ocorreu a agressão. O agressor aplicou um soco na vítima, que caiu. No chão, o atleta desferiu um chute na parte de trás da cabeça do árbitro, que ficou desacordado. Crivellaro, que é de Santa Maria, foi colocado em uma ambulância e levado para atendimento no Hospital São Sebastião Mártir onde recuperou a consciência e ficou internado para realização dos exames necessários. Ele permanece em observação pelo período de 24 horas.

Ribeiro foi detido pela Brigada Militar e apresentado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). O delegado, Vinícius Lourenço de Assunção, optou pelo enquadramento do jogador por tentativa de homicídio qualificado por motivo fútil. O atleta está recolhido na Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva).

Texto: Ricardo Sander com colaboração de Marcio Steiner
ricardosander@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui