“Se meu pai estivesse vivo não aceitaria esse aumento”, diz filho de Adroaldo Conzatti

Associação Amigos do Cristo anunciou aumento de 50% no valor de acesso ao monumento em Encantado a partir de julho


4

Na semana passada a Associação Amigos do Cristo anunciou aumento de 50% no valor de acesso ao monumento em Encantado a partir desta sexta-feira (1). De R$ 20, a contribuição para acessar a estátua será de R$ 30. A decisão não agradou o filho do ex-prefeito de Encantado e idealizador do Cristo Protetor, Adroaldo Conzatti, já falecido, Gilson Conzatti.

Nas redes sociais, ele demonstrou sua indignação e utilizou com fotos dele e de seu pai em frente a construção do monumento. Por telefone à reportagem da Rádio Independente, o politico disse que seu pai não aceitaria esse reajuste. “As pessoas ajudando com os R$20 estaria perfeito, mas neste momento de crise, e uma cidade como Encantado que ajudou a construir o Cristo, não merecia pagar esse valor. Meu pai se estivesse aqui não iria aceitar”, afirma.

Conzatti faz parte da associação e diz que tem uma boa relação com a direção, mas que se deve voltar atrás. “Tem que se repensar. Nos próximos dias pode ser anunciado um desconto para aposentados da comunidade de Encantado, mas ainda sim é preciso repensar”, adverte.

Na semana passada foi anunciado a construção de um hotel da empresa Laghetto, ao pé do Cristo Protetor. No entanto, o filho de Adroaldo, diz que esse aumento de R$ 50% pode interferir no investimento. “Esse aumento diminui aquele esse investimento que poderia gerar emprego e renda, porque essa decisão mal pensada apagou o brilho desse investimento”, analisa.

A reportagem entrou em contato com o vice-presidente da Associação Amigos de Cristo, Robison Gonzatti, para saber o motivo do aumento, e o mesmo orientou questionar o integrante da associação, Rafael Fontana, mas até a publicação da reportagem não havia sido possível obter uma resposta. No entanto, nesta terça-feira, Rafael Fontana passou a versão da Associação.

Texto: Caroline Silva
jornalismo@independente.com.br


4 Comentários

  1. O Cristo Protetor está perdendo sua função turística e está virando uma empresa de lucro… Alguém está lucrando com esta obra…

  2. É sempre a mesma conversa fiada, ninguém assume a decisão. O que vão fazer agora?… Devolver o dinheiro das doações? Duvido! Bando de sem vergonhas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui