Secretaria da Saúde de Lajeado amplia atendimento para casos covid e alerta para cuidados

Conforme o boletim da Sesa com os dados referentes à esta sexta-feira (7), 373 pessoas residentes em Lajeado eram considerados casos ativos da doença


0
girl treats her hands with antisuptics. High quality photo

Com o aumento do número de casos de covid-19 registrados nos últimos dias em Lajeado, a Secretaria da Saúde (Sesa) alerta a comunidade para a necessidade de atenção e reforço dos hábitos sanitários capazes de ajudar a evitar novas contaminações. A Prefeitura monitora os casos diariamente e, em especial, a situação do Hospital Bruno Born. Além disso, a Sesa está reforçando o atendimento para acolher o maior número de pacientes que tem buscado os serviços.

“Até agora, este grande aumento do número de casos não tem se refletido no aumento de internações em UTI nem em óbitos. Estamos atentos e monitorando os números diariamente, assim como em contato com o hospital. De qualquer forma, a comunidade precisa estar ciente disso e contribuir, evitando aglomerações e, principalmente, fazendo o isolamento se tiver a doença”, explica o secretário municipal da Saúde, o médico pneumologista Cláudio Klein.

Conforme o boletim da Sesa com os dados referentes à esta sexta-feira (7), 373 pessoas residentes em Lajeado eram considerados casos ativos da doença e estão em fase de transmissão do vírus. Ou seja, estas pessoas devem permanecer em casa e em isolamento para evitar a transmissão para outros indivíduos.

De acordo Klein, este aumento dos casos se deve à chegada da nova variante, a Ômicron, que é mais contagiosa, e que teve grande disseminação devido às aglomerações das festas no final do ano. A maioria das infecções está sendo registrada entre pessoas mais jovens, que estão com sintomas leves da doença. Assim, o aumento dos casos ativos não está se refletindo, por enquanto, no atendimento hospitalar. Nesta sexta-feira, às 12h, o Hospital Bruno Born registrava 8 pacientes em internação e um em UTI.

Atendimento nas Unidades de Saúde é reforçado

A Secretaria de Saúde reorganizou o formato de atendimento, que passará a valer a partir de segunda-feira (10). Todas as unidades de saúde são referência para atender casos de síndromes gripais. Para não sobrecarregar o sistema de saúde, o Posto de Saúde do Centro funcionará com horário ampliado, das 7h30 às 11h30 e das 12h30 às 18h, com equipe exclusiva, oferta de testagem mediante atendimento médico e demais suportes.

Na sua unidade de saúde de referência, o paciente é avaliado e, dependendo do caso, encaminhado para fazer o teste, que está sendo feito no Posto do Centro ou na UPA. Não há como o paciente ir ao posto apenas fazer o teste, por isso é preciso fazer o atendimento antes.

O que o caso suspeito deverá fazer:

– Ligar ou procurar por atendimento nos postos de saúde de referência de cada bairro.

– O caso será avaliado pela equipe de saúde, que fará a orientação e os encaminhamentos necessários para o atendimento, incluindo a orientação para realização do teste, que é feito apenas no posto do Centro e na UPA.

– Evitar buscar atendimento na UPA ou HBB para os casos muito leves, pois estes locais devem servir somente para atendimento das condições de urgência e emergência.

Orientações para quem já está contaminado ou com suspeita:

– Se você ou algum familiar estiver com sintomas de contaminação por coronavírus ou estiver confirmado com a infecção, deve se isolar em casa, sem sair à rua em nenhum momento;

– O comportamento correto é adotar o completo isolamento social, evitando contato físico com outras pessoas e higienizando todos os ambientes e objetos com que tiver contato;

– Dentro de casa, todos devem utilizar máscara em todos os espaços da casa;

– Não compartilhe copos, talheres, pratos e toalhas. Produtos geralmente compartilhados, como pasta de dentes e sabonete, devem passar a ser individuais;

– Após o uso dos ambientes, é preciso que todas as superfícies de contato da pessoa contaminada sejam higienizadas com álcool 70 ou água sanitária, como maçanetas, pias, vaso sanitário, torneiras e sofá;

– Os móveis também precisam ser limpos várias vezes ao dia com álcool 70 ou água sanitária;

– Mantenha as janelas abertas para ter maior circulação de ar e a entrada de luz solar;

– Separe os resíduos da pessoa contaminada e dos outros moradores da casa em lixeiras diferentes;

– Reserve um cômodo para o contaminado que deve permanecer isolado na maior parte do tempo, preferencialmente com a porta fechada.

– Nos espaços compartilhados, mantenha distância de pelo menos 2 metros da pessoa contaminada.

Reveja os cuidados necessários para evitar a contaminação:

– Fazer a higiene constante das mãos com água e sabão e, se não for possível, usar álcool em gel;

– Evitar apertos de mãos e cumprimentos no rosto;

– Evitar aglomerações e ambientes fechados;

– Evitar tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam higienizadas;

– Ao tossir, cobrir nariz e a boca, evitar uso das mãos, preferindo apoiar a boca junto ao cotovelo. Nunca tirar a máscara para tossir ou espirrar. A máscara deve ser usada justamente para evitar que tosse e espirros espalhem o vírus de alguém contaminado;

– Não compartilhar a cuia de chimarrão e outros objetos pessoais;

– Por fim: vacinar-se e completar o esquema vacinal contra o coronavírus.

Vacinação em Lajeado

A Secretaria de Saúde reforça o apelo à comunidade para que verifique sua carteirinha e complete seu esquema vacinal contra a Covid-19. A vacina não impede a contaminação, mas evita que o caso se agrave e reduz a circulação viral.

Nesta sexta-feira (7), a vacinação está ocorrendo com horário estendido, das 8h às 20h, no Caps Adulto (Rua Saldanha Marinho, 770). Na segunda-feira (10), a vacinação será das 8h às 15h, no mesmo local. AI/VM

VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19 – Sexta-feira, 07/01

Local: CAPS Adulto (Rua Saldanha Marinho, 770 – Bairro Centro)

Horário: 8h às 20h

Quem pode fazer Dose 1

Adolescentes com 12 anos ou mais (levar carteirinha de vacinação)

Maiores de 18 anos

Quem pode fazer Dose 2

(levar documento e carteirinha de vacinação de papel)

Quem fez a Dose 1 de

  Data referência para a Dose 2

CoronaVac

Até 10/12

Fiocruz/Oxford/AstraZeneca

Até 29/10

Pfizer

Até 17/12

Quem pode fazer Dose de Reforço

(levar documento e carteirinha de vacinação de papel)

Quem fez a Dose 2 ou a Dose Única

Data referência para o reforço

Maiores de 18 anos que tenham completado o esquema vacinal básico

(Coronavac, Fiocruz/Oxford/AstraZeneca ou Pfizer)

Até 07/09

Maiores de 18 anos que tenham feito a dose única da Janssen

Até 07/11

VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19 – Segunda-feira, 10/01

Local: CAPS Adulto (Rua Saldanha Marinho, 770 – Bairro Centro)

Horário: 8h às 15h

Quem pode fazer Dose 1

Adolescentes com 12 anos ou mais (levar carteirinha de vacinação)

Maiores de 18 anos

Quem pode fazer Dose 2

(levar documento e carteirinha de vacinação de papel)

Quem fez a Dose 1 de

  Data referência para a Dose 2

CoronaVac

Até 13/12

Fiocruz/Oxford/AstraZeneca

Até 01/11

Pfizer

Até 20/12

Quem pode fazer Dose de Reforço

(levar documento e carteirinha de vacinação de papel)

Quem fez a Dose 2 ou a Dose Única

Data referência para o reforço

Maiores de 18 anos que tenham completado o esquema vacinal básico

(Coronavac, Fiocruz/Oxford/AstraZeneca ou Pfizer)

Até 10/09

Maiores de 18 anos que tenham feito a dose única da Janssen

Até 10/11

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui