Secretária diz que Governo do RS busca soluções dentro de seus programas para ajudar produtores em meio à estiagem

A dificuldade hídrica está muito acentuada, reconhece a secretária da Agricultura, Silvana Covatti


0
Foto: Karine Viana / Palácio Piratini / Divulgação

A secretária estadual da Agricultura, Silvana Covatti, avaliou os estragos nas lavouras gaúchas em função da estiagem em entrevista ao programa Panorama desta segunda-feira (10). Ao menos 157 municípios do RS decretaram situação de emergência em função da falta de chuvas, e 16 emitiram avisos. “Estamos buscando saídas dentro dos programas do Governo do RS”, destacou ela.

Conforme Silvana, as perdas no campo prejudicam o abastecimento nas propriedades. Silvana cita, por exemplo, que 55 mil produtores de milho foram atingidos com perda da produção. A situação afeta 340 localidades e 138 mil propriedades no RS.


ouça a entrevista

 


A secretaria procurou o governador Eduardo Leite para que o Estado subsidie mais o programa troca-troca de milho. Hoje, a participação é de 28% do RS e 72% do produtor. Agora o RS entrará com 100%. No programa de semente forrageira, para ajudar produtores de leite, suínos e aves, será dobrado o investimento governamental, de R$ 5 para R$ 10 milhões.

A dificuldade hídrica no Estado está muito acentuada, reconhece a secretária. Silvana Covatti lembra que o governo gaúcho recentemente lançou o Avançar na Agricultura, com investimentos de R$ 75 milhões, que abrangem, entre outras ações, irrigação e fortalecimento da agricultura.

A responsável pela área também pontua R$ 200 milhões liberados pelo RS para reservação de água e perfuração de poços. Na estimativa da secretária, serão construídos mais de 6 mil microaçudes e 750 poços, além da perfuração de 1,5 mil cisternas.

Texto: Tiago Silva
web@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui