Secretário explica como fazer o cadastro para receber auxílio especial no setor cultural

Medida prevê renda emergencial de R$ 600,00 aos profissionais do setor, além de subsídios para a área.


0
Foto: Tiago Silva

O secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Lajeado, Carlos Reckziegel, falou sobre a situação do setor cultural em meio à pandemia de coronavírus. A região do Vale do Taquari receberá R$ 3,2 milhões da Lei Aldir Blanc, editada pelo Congresso para socorrer o setor neste momento. Lajeado receberá R$ 589 mil do incentivo.


ouça a entrevista

 


“O setor cultural foi um fator bastante afetado, está com bastante dificuldade. Estamos percebendo algumas ações e atividades, mas num porcentual muito pequeno”, avalia Reckziegel. Conforme ele, a lei vai disponibilizar recursos que estavam represados no Fundo Nacional de Cultura.

Em Lajeado, o recurso chegará aos agentes culturais por meio do Fundo Municipal de Cultura. Segundo o secretário, o repasse será dividido em duas fatias:

  • 80% para pessoas que atuam na área, recurso dividido em três parcelas de R$ 600,00.
  • 20% para espaços de cultura, museus, bibliotecas, estúdios fotográficos, galerias, Centros de Tradições Gaúchas (CTGs) e relacionados. Serão de R$ 3 mil a R$ 10 mil, conforme a quantidade de espaços cadastrados.

Para receber, é preciso fazer um adastro no Sistema Municipal de Cultura, em Lajeado. Após a inscrição, o Conselho Municipal de Cultura analisa os dados e libera o recurso.

A prefeitura abriu cadastro na semana passada e, até esta segunda-feira, segundo Carlos Reckziegel, 83 agentes culturais e 17 espaços foram cadastrados. “A nossa expectativa é que esse número aumente”, destaca o secretário de Cultura de Lajeado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui