Segunda-feira tem 29 novos casos de covid-19 contabilizados pelo Estado para o Vale do Taquari


0
Foto: Reprodução / Freepik

A Secretaria Estadual da Saúde contabilizou 29 novos casos de covid-19 para o Vale do Taquari nesta segunda-feira (3). Nenhum óbito foi registrado.

Tiveram novos casos os municípios de Lajeado (8), Arroio do Meio (6), Teutônia, Estrela e Taquari (4) e Cruzeiro do Sul, Poço das Antas, Bom Retiro do Sul (1). Conforme o Estado, a região chegou a um total de 50.209 casos registrados de coronavírus. Destes, 49.133 são considerados recuperados (97,8%), além de 174 (0,3%) casos ativos. A taxa de letalidade é de 1,8%, com 902 óbitos reconhecidos pelo Estado.

Leitos de UTI no Vale

O Vale do Taquari possui 65 leitos de UTI e 26 pacientes (41,7%) estavam internados às 17h desta segunda. Eram 24 pessoas em leitos de UTI geral (88,9%), ou seja, sem relação com a covid, um com suspeita (3,7%) e outros dois com confirmação de coronavírus (7,4%).

O Hospital Bruno Born, de Lajeado, tem 30 leitos de UTI, sendo 16 ocupados (53,3%). Todos em leitos de UTI geral (100%).

O Hospital Estrela, em Estrela, dispõe de 20 leitos de UTI, sendo que havia oito pacientes internados (40%). Todos sem relação (100%).

O Hospital de Caridade São José, de Taquari, tem 10 leitos de UTI, sendo que dois estavam ocupados (20%), um com suspeita (50%) e outro com a confirmação da doença (50%).

Já o Hospital Beneficente Santa Terezinha, de Encantado, tem cinco leitos de UTI, sendo que um (20%) estava ocupado, com a confirmação da doença (100%).

Vacinação

Conforme consta no “Vacinômetro”, ferramenta disponibilizada pela Secretaria da Saúde do Estado Rio Grande do Sul, o Vale do Taquari tinha 297.736 pessoas vacinadas contra o coronavírus às 17h da última quinta-feira (9).

Como a população da região é de 368.453 mil habitantes, calcula-se que cerca de 80,8% dos moradores já receberam ao menos uma dose do imunizante. Destes, 288.030 receberam a primeira dose (78,1%), 253.959 já tiveram a segunda dose aplicada, ou seja, 68,9% dos habitantes da região, 9.706 receberam uma dose única (2,6%), totalizando 263.665 pessoas com o ciclo vacinal completo (71,5%) e 46.546 doses de reforço (12,6%). Desde a última atualização, na última quarta-feira (8), a região aplicou 358 primeiras doses, 1.155 segundas doses, duas doses únicas e 1.352 doses de reforço.

Estado

O Rio Grande do Sul registrou na primeira segunda-feira (3) de 2022, um óbito e 1.370 novos casos de covid. Agora, o Estado chega a um total de 1.508.446 casos confirmados. Desses, 1.467.224 são considerados recuperados (97,3%); 4.673 casos ativos (0,26%) e 36.445 morreram em decorrência do coronavírus (2,4%).

Leitos

Às 16h30 desta segunda-feira (3), 48,6% dos leitos de UTI do estado estavam ocupados. Eram 1.565 pacientes para 3.200 leitos disponíveis.

Vacinação

O sistema de registros de pessoas vacinadas no RS não é atualizado desde o dia 9 de dezembro. Até esta data os números eram os seguintes: 8.904.911 pessoas vacinadas com a primeira dose da vacina contra a covid, o que representa 77,6% dos 11.466.630 habitantes gaúchos. Desses, 7.692.839 já receberam a segunda dose (67%); e 304.444 receberam dose única (2,6%), totalizando 7.997.283 pessoas com o ciclo vacinal completo (69,7%).

Brasil

Conforme informações do site G1, o Brasil registrou neste domingo (2) 32 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, com o total de óbitos chegando a 619.171 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias ficou em 98. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de -26%, indicando tendência de queda. Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. C

inco estados não tiveram registros de mortes: AC, AP, RJ, RN e SE. E 7 estados, além do DF, não divulgaram dados neste domingo: MS, RS, MG, GO, TO, RR, RO. Em 12 de dezembro, o Ministério da Saúde informou que o processo para recuperação dos registros dos brasileiros vacinados contra a Covid-19 foi finalizado, sem perda de informações. Mas, no dia seguinte, o ministro Marcelo Queiroga disse que houve um novo ataque hacker. A previsão de estabilização dos sistemas (14 de dezembro) não foi cumprida.

Texto: Vinicius Mallmann e Rita de Cássia
regional@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui