Seis municípios da região retomam atividades presenciais na rede municipal de ensino nesta segunda-feira

Tribunal de Justiça vai avaliar a partir das 18h desta segunda a possibilidade de retorno para todo o estado; em caso de negativa, prefeituras deverão fechar porta dos educandários nesta terça-feira (27)


0
Foto: Divulgação

Conforme levantamento feito pela Rádio Independente, os municípios de Capitão, Dois Lajeados, Encantado, Estrela, Santa Clara do Sul e Vespasiano Corrêa retomaram as atividades presenciais na rede municipal de educação nesta segunda-feira (26). O retorno foi possível em virtude do decreto publicado pelo governo estadual na última sexta-feira (23), que permitiu a retomada das atividades em municípios que adotam o modelo de cogestão. Porém, na manhã desta segunda-feira, o governo estadual voltou atrás e decidiu suspender o retorno das atividades presenciais no Estado.

Os municípios de Cruzeiro do Sul, Marques de Souza, Pouso Novo, Roca Sales e Travesseiro estavam programados para retornar nesta terça-feira (27), enquanto Anta Gorda, Colinas, Imigrante, Lajeado e Sério tinham o retorno previsto para quarta-feira (28). Já em Doutor Ricardo a perspectiva de retorno estava para quinta-feira (29), e Arroio do Meio na sexta-feira (30).

Em Arvorezinha, Bom Retiro do Sul, Fazenda Vilanova, Paverama, Putinga, Relvado, Tabaí e Westfália, a retomada está prevista para a próxima segunda-feira (3). Enquanto os municípios de Canudos do Vale, Coqueiro Baixo, Forquetinha, Ilópolis, Muçum, Nova Bréscia, Poço das Antas, Progresso e Taquari aguardam o julgamento do Tribunal de Justiça, que vai avaliar a partir das 18h desta segunda um recurso contra a decisão de primeira instância que bloqueia o retorno das atividades em bandeira preta. 

Escolas particulares

Já nas escolas da rede particular de Arroio do Meio (Colégio Bom Jesus), Estrela (Colégio Santo Antônio e Colégio Martin Luther), Lajeado (Colégio Cenecista João Batista de Mello, Colégio Evangélico Alberto Torres, Colégio Madre Bárbara, Colégio Sinodal Gustavo Adolfo e Sinodal Conventos), Teutônia (Colégio Teutônia e Instituto de Educação Cenecista General Canabarro) e Encantado (Colégio Cenecista Mário Quintana) o retorno também ocorreu na manhã desta segunda-feira. Enquanto nas escolas privadas de Roca Sales (Ceat e Colégio São José) e Taquari (Colégio Pastor Dohms) as atividades presenciais seguem  suspensas. Conforme orientação do Sindicato do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinepe/RS), as instituições de ensino da rede privada devem suspender as aulas presenciais, já a partir da tarde desta segunda-feira, em cumprimento à decisão judicial.

Em nota, o  sindicato relatou que considera o atual cenário um descaso com a educação “é um desrespeito com as crianças e as famílias, uma vez que todos os demais setores da sociedade estão abertos, inclusive bares e centros comerciais, e as escolas estão fechadas há quase dois meses. A direção do Sinepe sustenta que “é preciso haver um entendimento entre os poderes judiciário e executivo para que não haja insegurança e indefinição”.

Texto: Vinicius Mallmann
regionais@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui