Sem tradicional Réveillon em Copacabana por conta da pandemia, aluguel por temporada cai até 15%

Os imóveis na Zona Sul foram os mais afetados pelas mudanças no Réveillon


0
Foto: Divulgação

O anúncio de que Copacabana não será palco da tradicional festa da virada de 2020 para 2021 já causa efeitos no setor de aluguel por temporada. Para evitar aglomerações, a praia de Copacabana não terá público e os shows vão ser espalhados por palcos na cidade, com transmissão pela internet. A adaptação da festa por causa da pandemia fez a procura por imóveis para o Réveillon na cidade do Rio de Janeiro cair 15% em relação ao ano passado.

É o que aponta um levantamento do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis da 1ª Região/Rio de Janeiro. No início de novembro, a taxa de ocupação dos imóveis de temporada costuma girar em torno de 80% na capital fluminense. No entanto, esse ano, a taxa ainda era de 50% no mesmo período.

Os imóveis na Zona Sul foram os mais afetados pelas mudanças no Réveillon. O bairro de Copacabana, tradicionalmente o mais procurador pelos turistas, foi o que registrou uma das maiores quedas por causa da ausência de fogos, segundo o Creci-RJ.

Fonte: O Sul

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui