Sempre em estado de alerta: assim trabalha a Defesa Civil

Coordenador explica que órgão está sempre pronto para cumprir seu dever junto à população


0
Coordenador da Defesa Civil de Lajeado, Gilmar Queiroz (Foto: Artur Dullius)

O coordenador da Defesa Civil de Lajeado, Gilmar Queiroz, foi o entrevistado do programa Operação Conjunta, da Rádio Independente, nesta quarta-feira (1º). Durante a entrevista ele falou sobre as ações realizadas pelo órgão municipal que está sempre apostos para atender às demandas da comunidade. “Falando em Defesa Civil não dá para pensar em somente enchente. A defesa Civil atua em várias frentes. Estamos prontos para atuar em estiagem, frio, queda de barreiras, árvores, estamos em várias frentes. A gente tem que estar sempre preparado. Temos que te pessoas, locais e um conjunto de órgãos que trabalham em prol do cidadão”, diz o coordenador.

“Existe a previsão de chuvas para os próximos dias. A expectativa é de 100 a 150 milímetros, mas é uma previsão da Serra que pode mudar. Então temos que ficar atentos ao que diz o clima. Tudo depende do exato lugar que chover e se chover em grande quantidade”, afirma.

Queiroz explica que o trabalho da Defesa Civil não pode ser de alarme e sim de prevenção e solução. “Não podemos alarmar as pessoas. Temos que ser coerentes em todos os momentos. E para isso a imprensa é nossa grande parceira. Não podemos alarmar as pessoas, mas temos que manter a população informada e a imprensa regional faz um trabalho importante e fundamental nesses casos.”

Para isso a equipe e voluntários se preparam. Participam de cursos, seminários com ações práticas simulando atividades de risco onde o foco principal é garantir a integridade física das pessoas. A Defesa Civil também está engajada em ações que visam levar mais qualidade de vida, em especial, para a população de renda mais baixa.

Campanhas de arrecadação de alimentos, recrutamento de voluntários que possam ficar de sobreaviso e em caso de necessidade de auxílio do órgão os telefones (51) 9 9828-4971; (51) 3982-1150 ou (51) 3982-1092 estão disponíveis.

Texto: Cícero Copello

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui