Senador de Roraima é alvo da PF em operação contra desvio de R$ 20 milhões para o combate ao coronavírus

Policiais federais cumpriram mandados de busca na casa do senador Chico Rodrigues (DEM), em Boa Vista. Vice-líder do governo federal no Senado disse em nota que vai provar na Justiça não ter envolvimento com qualquer ilícito.


0
Senador Chico Rodrigues (DEM) — Foto: Reprodução/Senado Federal

Levantamento realizado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) indica que 354 das 497 prefeituras gaúchas já decidiram que não devem retomar o calendário escolar em 2020. O principal entrave é a falta de recursos para aplicar nas unidades escolares os protocolos sanitários adequados de prevenção da contaminação da Covid-19.

Para 84% das prefeituras do Estado, os recursos vinculados à Educação já estão comprometidos em virtude das medidas adotadas durante o período de suspensão das aulas, como a capacitação de professores para o ensino remoto, a impressão de material didático-pedagógico para distribuição aos alunos e medidas de segurança alimentar das crianças e jovens atendidos pela rede.

Não apenas os recursos da Educação acabaram consumidos como também parte dos investimentos destinados à Saúde e os próprios repasses do Governo Federal. Dos valores do Ministério da Saúde destinados aos municípios gaúchos, por exemplo, 81,3% acabaram aplicados na área do Ensino. Já as prefeituras redirecionaram 65% dos orçamentos próprios inicialmente previstos para a Saúde e Assistência Social em projetos que visam garantir a viabilidade do retorno das aulas presenciais.

Ainda assim faltam recursos financeiros. De acordo com o levantamento da CNM, apenas para aquisição de EPI aos alunos, a projeção dos custos para as redes municipais do Rio Grande do Sul é de cerca de R$ 123,1 milhões. Já os recursos destinados pelo Ministério da Saúde em todo o país é de R$ R$ 454,3 milhões.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui