Senadora australiana chama rainha Elizabeth de “colonizadora”

A fala foi feita no discurso de juramento ao Senado da Austrália pela indígena Lidia Thorpe, que foi forçada a retirar o que disse após críticas de colegas


0
Foto: Twitter / Reprodução

Lidia Thorpe, senadora indígena da Austrália, foi forçada a repetir o juramento de fidelidade ao Senado nesta segunda-feira (1º), depois de inicialmente descrever a rainha Elizabeth II como uma “colonizadora”.

Thorpe, uma senadora da legenda Verdes por Vitória, foi repreendida por seus colegas e pela líder do Senado. Um dos legisladores gritou: “Você não é uma senadora se não fizer (o juramento) corretamente”.

Thorpe estava ausente do parlamento na última semana, quando outros senadores tomaram posse oficialmente, então prestou juramento na manhã desta segunda-feira. Com o punho direito erguido no ar, Thorpe deveria recitar um roteiro escrito em um cartão. Entretanto, proferiu: “Eu soberana, Lidia Thorpe, juro solene e sinceramente que serei fiel e mantenho verdadeira lealdade à colonizadora sua majestade, a rainha Elizabeth II”. A palavra “colonizadora” não está no juramento formal.

A presidente do Senado, Sue Lines, do Partido Trabalhista australiano, interveio, enquanto outros senadores gritavam críticas. Lines disse que era obrigatório recitar o juramento exatamente como estava impresso no cartão e pediu para Thorpe recitar as palavras novamente. Sob a constituição australiana, todos os senadores e parlamentares devem jurar lealdade à rainha e seus herdeiros e sucessores antes de assumir cargos.

Fonte: Veja

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui