Sensor de monitoramento do Rio Taquari ficará até a próxima semana sem funcionar em Estrela

Após furto de cabos, o sistema sofreu danos e passará por desobstrução ou substituição. Previsão é serviço seja realizado na próxima semana, mas sem dia definido


0
Imagem do Rio Taquari na manhã desta quarta-feira, em Lajeado (Foto: Gabriela Hautrive)

O problema para fazer o monitoramento digital da leitura do nível das águas do Rio Taquari no Porto em Estrela é mais grave do que o previsto inicialmente. Após os cabos que ligam o sistema terem sido furtados,  o gerente de Hidrologia e Gestão Territorial do CPRM, Franco Turco Buffon, informou nesta quarta-feira (8) que sistema ficará sem funcionar até a próxima semana.

Na manhã desta quarta a reportagem trouxe a informação de que o site do CPRM estava sem acesso de dados em Estrela por conta do problema, mas a previsão inicial, era de que fosse resolvido até o final do dia. Buffon relatou que uma equipe foi até o local para fazer uma avaliação sobre o restabelecimento do serviço e constatou danos maiores.
“Nosso sensor foi avariado, será necessário retornar com equipamentos específicos para fazer esse serviço na desobstrução ou substituição do sensor. Só poderemos executar ao longo da semana que vem”, disse o gerente sem especificar qual dia da próxima semana será resolvido o problema.

A situação não afeta a população pelo fato dos dados estarem sendo obtidos no local, de forma manual, pela Defesa Civil, segundo o coordenador da pasta em Lajeado, Juliano Pedroso. “Não tem a transmissão, mas a régua está lá e está funcionando, o que muda é que alguém precisar ir até lá e coletar o dado visualmente”. Pedroso diz que desde a madrugada de segunda-feira (6), até a manhã desta quarta-feira (8), choveu 141 mm na região, mas que o Rio Taquari, em Estrela, está praticamente normal, em 13,6 m.

Texto: Gabriela Hautrive
reportagem@independente

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui