Servidores municipais de Lajeado iniciam capacitação para atuar como facilitadores no Programa Sagaz

O programa compõe um conjunto de ações do eixo da prevenção à violência do Pacto Lajeado pela Paz


0
Foto: Divulgação

A prevenção e a redução da violência e a promoção da saúde emocional entre jovens e adolescentes são princípios do Programa Sagaz, que está sendo desenvolvido pela Prefeitura de Lajeado, por meio do Pacto Lajeado pela Paz. Para atuar na redução da incidência de fatores de risco e na promoção de fatores de proteção, foi iniciado nesta sexta-feira (23), o curso de capacitação de facilitadores do Programa Sagaz.

O Sagaz compõe um conjunto de ações do eixo da prevenção à violência do Pacto Lajeado pela Paz e prevê ensinamentos sobre técnicas cognitivo-comportamentais, de psicoeducação, de atenção plena e de fomento à empatia para estimular mudanças na vida de adolescentes e jovens que estão em situação de vulnerabilidade para a violência. O curso será realizado em duas etapas, com capacitações online e presencial, e conta com a participação de 31 servidores, que serão formados como facilitadores.

Segundo Priscilla Hasstenteufel, servidora municipal que atua junto ao Pacto Lajeado pela Paz e futura facilitadora do Programa Sagaz, o curso era muito esperado. “O programa é recebido com alegria pelos servidores que toparam o desafio de poder contribuir positivamente para a transformação social. Prevenir e romper com o ciclo de violência é determinante na vida desses jovens para podermos oferecer uma trajetória de vida saudável e, assim, estimular e promover a criação de uma cultura de paz no município”, falou Priscilla.

Integrante do curso, a assistente social da Secretaria do Desenvolvimento Social, Bárbara Weber, relata a experiência de fazer parte do Sagaz. “Enquanto cursista e assistente social, a formação do Sagaz representa uma oportunidade metodológica tanto interventiva junto a situações mais graves, envolvendo violência entre adolescentes e jovens, mas também a partir do conhecimento adquirido, que vai favorecer a leitura da realidade social de Lajeado”, explicou Bárbara.

Para a consultora do Instituto Cidade Segura, Tâmara Biolo Soares, o Sagaz é um programa baseado nas melhores experiências internacionais, como o Programa BAM, da cidade de Chicago, nos Estados Unidos, e também nas melhores evidências científicas sobre o que funciona para prevenir a violência em contextos de vulnerabilidade juvenil. Após a formação, a Secretaria do Desenvolvimento Social e o Programa Cada Jovem Conta, também do Pacto Lajeado pela Paz, irão indicar jovens e adolescentes para que formem grupos que serão atendidos pelos servidores formados. Os grupos começarão a se encontrar a partir de setembro, com o objetivo de fortalecer fatores de proteção e construir junto com esses jovens e adolescentes conhecimentos acerca dos seus valores, sentimentos e formas mais adequadas de responder a emoções difíceis. AI/RC

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui