Sete pessoas morrem e 13 ficam feridas em acidente com ônibus da saúde no Paraná

O ônibus saiu da pista e parou em uma região de mata


0
Foto: Reprodução

Um acidente com um ônibus deixou sete pessoas mortas e outras 13 feridas, em Marechal Cândido Rondon, na região oeste do Paraná. Segundo o Consamu, o acidente foi registrado na manhã desta segunda-feira (2), na PRC-467. O ônibus é da Prefeitura de Pato Bragado, cidade do oeste do Paraná, e transportava passageiros para tratamento médico até Cascavel. O acidente aconteceu próximo ao distrito de Iguiporã, no interior de Marechal Cândido Rondon. O ônibus saiu da pista e parou em uma região de mata. A Polícia Rodoviária Estadual acredita que um veículo carregado com milho tenha se envolvido no acidente, ocorrendo uma colisão lateral. Ainda de acordo com a polícia, o veículo deixou o local da batida. Fonte: G1

Xangai tem revés na batalha contra Covid-19, e Pequim intensifica testes em massa

A cidade de Xangai sofreu um revés nesta segunda-feira (2) na árdua luta contra a Covid-19. Autoridades da cidade, considerada a capital comercial da China, relataram 58 novos casos fora da áreas sob o rígido lockdown que autoridades locais implementaram. Já em Pequim, as autoridades apostam na testagem em massa para tentar combater a onda de Covid-19 que já dura semanas no país. No domingo (1º), milhões de pessoas fizeram o teste. As duras restrições contra o coronavírus em Xangai provocaram uma rara indignação de boa parte dos 25 milhões de moradores. Muitos deles estão confinados há mais de um mês, algumas trancadas dentro de complexos residenciais cercados e muitas em dificuldades com necessidades diárias. Fonte: G1

Cobrança por permanência de veículos no Salgado Filho é adiada em Porto Alegre

A cobrança por conta da permanência de veículos no meio-fio das áreas de embarque e desembarque do Aeroporto Salgado Filho, que deveria ter início nesta segunda-feira em Porto Alegre, foi adiada. Segundo a Fraport Brasil, que administra o terminal, a medida não foi colocada em prática hoje em razão de problema em um sistema interno. Conforme a empresa, não há definido um prazo para normalização dos serviços para implantação da novidade. A medida da Fraport Brasil é uma tentativa de reduzir a permanência excessiva de veículos nas imediações do Aeroporto. A iniciativa prevê que os motoristas receberão um ticket para acesso gratuito por dez minutos. Excedido esse tempo, serão cobrados R$ 20 a cada dez minutos a mais. O pagamento será feito em máquinas de autoatendimento na saída, sem a necessidade de descer do veículo. Fonte: Correio do Povo

INSS começa a pagar 13º para aposentados e pensionistas que recebem mais de 1 salário mínimo

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a pagar nesta segunda-feira (2) a primeira parcela do 13º aos aposentados e pensionistas que recebem acima de um salário mínimo. Os primeiros a receber, já nesta segunda, são os que possuem os números 1 e 6 como o dígito final do cartão. Os pagamentos serão feitos junto com os benefícios referentes a abril. Também recebem, nesta segunda, os beneficiários que recebem 1 salário mínimo e possuem 6 como número final do cartão de benefício (sem considerar o último dígito verificador, que aparece depois do traço). A segunda parcela do 13º será liberada para estes grupos no dia 1º de junho. Fonte: G1

Brasil fica de fora novamente de convidados para cúpula do G7

A Alemanha, país que preside o G7 este ano, anunciou nesta segunda-feira (2) os países convidados para a próxima cúpula do grupo, em junho. Berlim chamará os líderes da África do Sul, da Índia, da Indonésia e do Senegal para o encontro. O Brasil novamente ficará de fora. O G7, grupo de países desenvolvidos formado por Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, França, Itália, Japão e Canadá, além da União Europeia, costuma convidar para suas cúpulas alguns países que apresentem relevância no momento. Na última edição, realizada no ano passado no Reino Unido, Austrália, Índia, África do Sul e Coreia e do Sul foram os países convidados. Em 2019, o Brasil também ficou de fora após polêmica entre Jair Bolsonaro e o presidente da França, Emmanuel Macron, que criticou o governo brasileiro por conta do desmatamento da Amazônia. Fonte: G1

Produção e apresentação: Caroline Silva
Próxima edição: hoje, às 18h

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui