Sexta-feira com 1.820 novos casos de Covid-19 e 30 óbitos no RS

O número estimado de recuperados é de 207.128 (94% dos casos).


0
Foto: Reprodução / Shutterstock

O Rio Grande do Sul registra nesta sexta-feira (16), 1.820 novos casos de Covid-19 e chega a um total de 220.563. O número estimado de recuperados é de 207.128 (94% dos casos); em acompanhamento, 8.093 (4%); e 5.312 óbitos no total, sendo que 30 deles divulgados nesta sexta pela Secretaria Estadual da Saúde.

Em primeiro lugar na lista do Estado está Porto Alegre, com 35.718; em segundo lugar, Caxias, com 10.082; em terceiro, Canoas, com 7.682; em quarto, Passo Fundo, com 7.565; em quinto, Novo Hamburgo, com 6.652; em sexto, São Leopoldo, com 6.350; em sétimo, Santa Maria, 5.248; em oitavo, Gravataí, com 4.991; em nono lugar, Pelotas, com 4.821; em décimo, Rio Grande, com 4.694; em décimo primeiro, Alvorada, com 4.278; em décimo segundo, Bento Gonçalves, com 3.959; e em décimo terceiro, Lajeado, com 3.754.

Óbitos registrados nesta sexta-feira pelo Estado:

Alvorada (mulher, 60 anos)
Alvorada (homem, 45 anos)
Alvorada (homem, 77 anos)
Cachoeirinha (homem, 68 anos)
Canoas (homem, 73 anos)
Canoas (mulher, 52 anos)
Caxias do Sul (mulher, 73 anos)
Estância Velha (mulher, 70 anos)
Esteio (homem, 62 anos)
Gravataí (homem, 42 anos)
Igrejinha (homem, 81 anos)
Maquiné (menina, 10 anos)
Montauri (mulher, 94 anos)
Novo Hamburgo (homem, 28 anos)
Novo Hamburgo (homem, 82 anos)
Passo Fundo (mulher, 66 anos)
Pelotas (mulher, 80 anos)
Portão (homem, 90 anos)
Porto Alegre (mulher, 85 anos)
Porto Alegre (mulher, 59 anos)
Porto Alegre (homem, 80 anos)
Porto Mauá (homem, 72 anos)
Protásio Alves(mulher, 87 anos)
Rio Grande (homem, 75 anos)
Santa Maria (homem, 68 anos)
Santo Ângelo (mulher, 93 anos)
São Borja (mulher, 71 anos)
Sapiranga (homem, 84 anos)
Sapucaia do Sul (mulher, 73 anos)
Viamão (homem, 95 anos)

Brasil

O Brasil tem 152.460 mortes e 5.169.386 casos confirmados de coronavírus até às 18h30 de quinta-feira (15), segundo informações do site covid.saude.gov.br

Texto: Rita de Cássia
redacao@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui