Sicredi Integração RS/MG disponibiliza financiamento de energia solar

Iniciativa visa incentivar e facilitar o acesso de seus associados a esse recurso


0
Foto: Pexels / Reprodução

Com os constantes reajustes na cobrança da luz, o uso da energia solar desponta como uma das melhores alternativas para diminuição de custos, além de representar uma escolha ecologicamente correta. E para incentivar e facilitar o acesso de seus associados a esse recurso, a Sicredi Integração RS/MG oferece uma linha de crédito específica para a instalação do sistema de captação, conversão e distribuição de energia solar.

Esse tipo de energia pode ser consumido por estabelecimentos comerciais, residenciais ou rurais, sendo uma opção limpa, renovável e sustentável, além de garantir um retorno financeiro imediato, visto a garantia da economia na conta da distribuidora de energia elétrica. De acordo com o pesquisador Daniel Lehn, o sistema envolve a instalação de placas fotovoltaicas que captam a luz do sol e de um conversor da irradiação que vai transformar a corrente contínua em alternada, a qual é direcionada para o empreendimento e utilizada normalmente. “Atendendo aos princípios de sustentabilidade, a energia elétrica gerada através da luz solar é limpa, não gera nenhum tipo de resíduo e tem o mínimo de perdas durante a transmissão. Essa geração necessita apenas de área para instalação dos painéis de coleta, que pode se dar em estruturas já existentes, como telhados de diversos empreendimentos”, explica.

Conforme o assessor de negócios da Sicredi Integração RS/MG, Ismael Carlos Joanella, a queda nos custos com a instalação de um sistema de energia solar gira em torno de 95%, sendo que nas simulações de financiamento geralmente se observa uma equivalência entre o valor da parcela e o da fatura da distribuidora paga até então. Exemplificando, ele cita o caso do projeto residencial cujo investimento fica em torno de R$ 18 mil. Para que ocorra uma redução de R$ 329,00 na conta mensal, o projeto se viabiliza em 81 parcelas. Já em estruturas comerciais ou industriais, cujo investimento necessita de cerca de R$ 215 mil, a redução na fatura de R$ 5.977,00 será viável em 45 meses. Joanella também esclarece que o financiamento está disponível para todos os associados que buscam subsídios para a instalação das placas solares de geração de eletricidade e para solicitar o recurso é preciso apresentar orçamento ou projeto de viabilidade na sua agência, sendo que a liberação está sujeita à análise de crédito. “Sugiro que os interessados solicitem a realização do projeto a fornecedores qualificados e que busquem informações junto às agências para apoio no cálculo do estudo de efetivação”, orienta. AI/VM

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui