Sistema de Acolhimento de Teutônia visa humanizar o atendimento nas Unidades Básicas de Saúde

Novo sistema classifica os atendimentos de acordo com a gravidade dos casos


0
Foto: Divulgação

A Administração Municipal de Teutônia a fim de eliminar as filas que se formavam durante a madrugada para aguardar fichas de atendimento.

O novo Sistema de Acolhimento consiste na divisão e classificação dos atendimentos em Demanda Imediata, para casos graves e que necessitam de atendimento imediato, e Agenda Eletiva, para pacientes que serão encaminhados para marcação de consulta. Neste formato, a ferramenta de organização da antiga “fila de espera”, é dividida por nível de prioridade, e não por ordem de chegada.

A classificação dos níveis de gravidade é realizada por enfermeiros, de acordo com critérios pré-estabelecidos juntamente com os médicos e demais profissionais da saúde, e servem como base para definir a ordem dos atendimentos e agendamentos. Desta forma, desde o primeiro contato do paciente com qualquer um dos funcionários da unidade, inicia-se um diálogo a fim de compreender o nível de gravidade, risco de agravamento e vulnerabilidade do paciente, com o objetivo de buscar o melhor direcionamento para cada caso.

O prefeito, Celso Aloísio Forneck, ressaltou a importância da reorganização dos serviços e humanização no atendimento. “O Sistema de Acolhimento proporciona uma humanização no atendimento, pois o paciente chega e é avaliado pela equipe, e dependendo da gravidade já é atendido na hora, ou sai com a consulta marcada por ordem de gravidade, e não pela ordem de chegada. Essa mudança, associada a reestruturação nos espaços de atendimento dos ESFs e CAS, faz com que as pessoas não precisem mais ficar aguardando em filas por longos períodos, durante a madrugada”, destacou. AI/VM

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui