“Situação vai ficar ainda mais complicada”, alerta prefeito de Lajeado sobre os números da Covid-19

Projeção de piora nos índices revelada por Caumo leva em conta conversa com o HBB, Unimed e Univates.


10
Marcelo Caumo, prefeito de Lajeado (Foto: Rodrigo Gallas)

“Estamos em um momento difícil e a situação vai ficar ainda mais complicada”, alerta o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, sobre os números da Covid-19. Em entrevista ao programa Panorama da manhã desta terça-feira (23), o chefe do Executivo municipal, revela informações de uma conversa que teve com o Hospital Bruno Born (HBB), Unimed e Univates: “a tendência é que neste fim de semana, (suspiro) os números vão ficar assustadores. Quando a gente passou por este momento em março e abril (2020), nós tínhamos a retaguarda do Estado. Isso significa que havendo o esgotamento da possibilidade de atendimento em Lajeado, teríamos as outras regiões para encaminhar os pacientes. Hoje, esta possibilidade não existe, porque todas as regiões estão com o mesmo nível de esgotamento.”


ouça a entrevista

 


 

No HBB, todos os leitos de UTI Covid estão ocupados, apesar de terem sido aumentados — de 10 para 14. “Ainda temos retaguarda no Hospital”, diz Caumo explicando que há a possibilidade de expansão. A internação no HBB está com 96% de ocupação, mas segundo Caumo também ainda é possível aumentar a capacidade deste setor.

Novos decretos com mais restrições

São quatro novos decretos que foram publicados na noite desta segunda-feira (22) pelo Estado:

  • o que atualiza os protocolos e as bandeiras da 42ª rodada do Distanciamento Controlado;
  • outro que amplia o horário da suspensão de atividades, para entre 20h e 5h;
  • um terceiro que permite atividades presenciais para Ensino Infantil e 1º e 2º anos do Ensino Fundamental na bandeira preta;
  • e um último que inclui a necessidade nos planos regionais de um compromisso de fiscalização quanto ao cumprimento dos protocolos.

“Se pudéssemos resumir os novos decretos do Estado em poucas palavras seria: evitar ao máximo a circulação desnecessária, porque é através da circulação que o vírus se propaga”, explica o gestor municipal.

Saiba mais

Nesta segunda-feira (23), a Prefeitura de Lajeado divulgou medidas mais restritivas visando a contenção da disseminação do coronavírus, apesar da decisão do governo do Estado de manter o sistema de cogestão. O novo decreto municipal deverá ser publicado nesta terça-feira (23).

Texto: Rodrigo Gallas
web@independnte.com.br

10 Comentários

  1. Até quando teremos que ficar nessa reta guarda, ficando em casa, temos que trabalhar pagar nossas contas luz, água, aluguel, crianças para suprir, logo estaremos passando fome…tudo aumenta, gasolina esta um absurdo de caro, os mantimentos tbm esta caro, a carne logo não iremos consumir de tão absurdo de caro que esta…palhaçada isso ai… Teremos que conviver com esse vírus pro resto da vida, Vocês autoridades tomem vergonha na cara e corram atrás de vacinas, e não fiquem só se lamentando e pedindo que o povo fique em casa!
    Precisamos da nossa vida de volta, pessoas com problemas de saúde com imunidade baixa que fique em casa que multiplique seus cuidados e pessoas com saúde boa que se cuide e que tenha vida normal!

  2. Culpa dos governantes que simplismente não coibiram aglomerações. O que foram as festas em Capão da canoa?já se sabia que isso aconteceria e ninguém fez nada. O povo não aprende, era preciso ter agido. Agora os trabalhadores, crianças e empresas que a ferrem mais uma vez. E parabéns ao governador que semanas atrás foi buscar doentes c cepas diferentes em Manaus e Mato Grosso.

  3. Se o Sr. PREFEITO diz que os números serão assustadores porque então tomou medidas menos restritivas, recorrendo, inclusive, para que a bandeira ficasse vermelha. Não dá para entender!

  4. Lajeado recebeu mais 14 MILHOES apenas p combater a Covid. Sr Prefeito poderia explicar p a população o que o Sr fez com o dinheiro, por gentileza. Não vai me dizer que sumiu, assim como os pneus no passado ???

  5. Vamos analisar a campanha para prefeitos e vereadores !!!!! Tudo liberado !!!!!!!!! O que aconteceu dias depois ???? Aumento de casos, mas aí já estavam eleitos ou derrotados… Veio bandeira vermelha e tivemos restrições, mas durante a campanha não !!!!! Já sabíamos antes das eleições que isto iria acontecer, mas precisava ter as eleições, mas aulas não !!!!!! Vem Natal e final de ano, mas o povo gosta de uma aglomeração, até parece que seria o último Natal e final de ano… aí vem férias, praia lotada e o cidadão não consegue ficar em casa, prefere levar e buscar o problema, e também parece as últimas férias, então vai e traz o problema para que ficou em casa… Mas tem o carnaval e todos tem que ir a praia, ou aglomerar em postos de combustíveis e avenidas…. etc…. e agora temos o mesmo problema…. Não quero criticar somente o poder público, mas todo cidadão que não dá importância ao que está acontecendo. ENFIM, passou as eleições, o Natal, o final de ano, as férias e o carnaval. Agora é hora de todos fazerem sua parte ! Ou querem mais um ano perdido ?????

  6. Mauro, o ano já esta perdido…bando de sem vergonha q não estão ai para as coisas, e quem paga o pato são as crianças, os idosos, as pessoas q cuidam…

    Maria, Betina e Marilia, são daquela extirpe q só se preocupa com política… o mundo morrendo, mas não… é a politica… q comentário fora do escopo… sem nada a haver com a situação… por favor…

    Carine: nem devia comentar uma postagem igual a sua… totalmente egoista, escrota… ‘ai os q estão com problemas, q fiquem em casa’… então tu deve ser a primeira a ter q ficar, doente mental, pra escrever bobagem dessa…

    Jorge e Rafael, de pleno acordo com vcs… muita gente ignorante… e o pior que só aumentara isso… infelizmente, é daqui pra pior… esse tipo de gente é igual o vírus, se prolifera mto rápido e em grandes escalas…

  7. Concordo totalmente com o Jorge, o Mauro, o Rafael e principalmente com o André. O povo não faz a sua parte e quer apenas cobrar dos governantes, que também tem uma parcela de culpa, mas a maior parte da culpa é da população; que se aglomera em festas, parques, avenidas, praias, lojas e supermercados. O que mais se vê são famílias inteiras, até com bebês recém nascidos fazendo compras nos supermercados. Por que precisa ir toda a família no supermercado? Sem falar que muitos destes ignorantes andam pelo supermercado com a máscara cobrindo somente o queijo, ou com o nariz de fora. Minha opinião é que todos estes ignorantes e irresponsáveis, quando flagrados em aglomerações e sem usar a máscara corretamente, além de serem processados, fossem obrigados a assinar um termo, onde abririam mão de atendimento médico caso sejam infectados pelo coronavírus.

  8. Aos que saíram pra curtir as festas de fim de ano e o satânico Carnaval (festa para drogados, vadios e promíscuos), está aí o resultado.

    A culpa não é dos políticos, dos trabalhadores e nem dos idosos, a culpa é dos irresponsáveis que só pensam em fazer festa e se aglomerar como se a pandemia já tivesse passado.

    E se der um lockdown geral, não se queixem, porque a culpa será de vocês, e só de vocês!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui