Sobrinho de réu e ex-funcionário da boate é segundo a prestar depoimento no júri da Kiss

Pessoas que serão ouvidas nesta segunda são arroladas ao processo pelo advogado de Elissandro Spohr, conhecido como Kiko. Uma das sobreviventes a falar é a esposa de Kiko


0
Foto: Reprodução/TJ-RS/ Ilustrativa

O segundo depoimento do júri da boate Kiss nesta segunda-feira (6), é do sobrevivente Willian Renato Machado, 27 anos. O julgamento ocorre no Foro Central I, em Porto Alegre. Sobrinho do réu Elissandro Spohr, ele trabalhava na divulgação de festas da casa, e presenciou o momento em que o fogo iniciou.

Ele relatou ter visto Elissandro, mais conhecido como Kiko, sócio da boate, carregando uma pessoa no lado de fora da boate, após o incêndio. “Ele queria voltar. E a gente não queria deixar porque a gente não tava entendendo o que tava acontecendo”, afirmou.

Antes de Willian, foi ouvido Stenio Rodrigues Fernandes, que também trabalhava como promoter da casa noturna, e que falou como testemunha de defesa de Spohr. O terceiro depoimento programado para o dia é de Nathalia Daronch, esposa de Spohr, que também estava na boate.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui