Sócio da Kiss recorre à Comissão Interamericana de Direitos Humanos contra decisão do presidente do STF

Luiz Fux barrou habeas corpus concedido pelo Tribunal de Justiça do RS aos quatro condenados pelo incêndio na boate em Santa Maria, em 2013. Defesa de Elissandro Spohr considera 'grave violação de direitos humanos'


15
Foto: Juliano Verardi / IMPRENSA TJRS

Condenado no julgamento da boate Kiss, o sócio da casa noturna Elissandro Spohr ingressou nesta terça-feira (21) com um pedido de medidas cautelares de urgência na Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH).

Entre outras coisas, ele pede que seja garantida sua liberdade e o efeito imediato à decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS), que concedeu a ordem de habeas corpus, mas que foi bloqueada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux.

Spohr, Mauro Hoffmann, Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Augusto Bonilha Leão foram condenados pelo tribunal do júri com penas que variam de 18 a 22 anos de reclusão. (Veja abaixo as penas). Eles permanecem presos em penitenciárias de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, e em São Vicente do Sul, na Região Central.

Fonte: G1

15 Comentários

  1. O nível intelectual jurídico, o tal notável saber jurídico dos Ministros do STF, está surpreendente! A Sociedade Brasileira precisa urgente saber o que há por trás dos bastidores.
    Nunca se viu tantas aberrações!
    Nunca, desde a fundação do STF, a corte havia sido levada à órgãos internacionais de moderação!

  2. Eu acho um absurdo o STF julgar em alguns crimes como politicos: Eduardo Cunha, e demais, estão licrês, agora um incidente que pode ocorrer com qualquer cidadão brasileiro, infelizmente, como foi com esses empresários e os familiares das vitumas, mas são trabalhadores, foi uma fatalidade..aí o Supremo age..porém, com políticos, tudo pode..é uma safadeza do Presidente do Supremo…

  3. É um absurdo STF NÃO VE o que precisa: infelizmente foi uma perda enorme de vidas no incidente, porém os empresários não queriam isso, tenho certeza…mas quanto aos politicostumes que desviam dinheiro do povo brasileiro e são acobertados pelo STF, julgados até que tenham TRÂNSITO EM JULGADO NA ÚLTIMA INSTÂNCIA. QUE PAIS É ESTE: NÓS JÁ SABEMOS…

  4. Parabéns ao ministro Luiz Fux o supremo tribunal Federal só acertar quando solta bandido quando prende erra

  5. É preciso rever toda Gama e estrutura de responsabilização do poder público concedente no Brasil. É inconcebível admitir-se, a realização de um mega evento, onde se acumularam mais de 1500 pessoas jovens, com a completa ausência de vigilância, presença, responsabilidade do poder público concedente, arrecadador de impostos, mas que diante das grandes catástrofes, está sempre ausente. O povo paga a conta, perde seus entes queridos, os organizadores que não tinham intenção alguma do infeliz resultado do evento, são incriminados, apesar da infeliz idéia de usar fogos de artifício no evento, coisa que deveria ter sido fiscalizado e impedido pelos bombeiros, não o foi, e o poder público, a prefeitura, os órgãos de fiscalização de festas e eventos, que tinham o dever de estar presentes, direcionar, fiscalizar para que tudo acabasse bem, não cumpriram sua parte e como sempre, não foram incomodados. É preciso enxergar os fatos com a amplitude e dimensão que merece. O Brasil não suporta mais viver de partida. Temos as leis que organizam e direcionam as ações e a vida em coletividade. O ESTADO com poder de arrecadação, permissão, fiscalização e punição, quando a lei não é cumprida, mas todo esse aparato não funciona porque não somos capazes de organizar fatos e direito, tem sempre um interesse escuso burlando os fatos, escondendo a verdade e o povo sofrendo. Basta ver a situação, jurídica e política brasileira. O povo que não se iluda, lutemos ombro a ombro, em busca de paz, justiça, trabalho e liberdade. É o Brasil que queremos. Avança Brasil.

  6. Essa lista de condenados deveriam ser muito maior. De gestores públicos a fardados. O único injustiçado nessa história é o peão que foi mandado comprar os fogos. Esse julgamento deveria ter ocorrido ha muito tempo. Demorou!
    Cumpram a pena!

  7. Aposto que nem um deles saiu na que la noite para matar alguém.sairam a trabalho uma fatalidade acabou com a vida de todos

  8. Isso e um teste do STF. Pra verificar se podem fazer o que querem
    Sem respeito a hierarquias, leis, trâmites legais….igual o DOPES da década de 70.
    Prendia So por achar. Esses Srs da capa preta tanto reclamaram do DOPES e subiram no poder tao fazendo igual. Se ninguém reclamar…vão prender quem andar de verde amarelo daqui a pouco

  9. Parabéns ao Juiz Fux… Lugar de condenado é na cadeia. Não foi fatalidade nem uma. Os responsáveis precisão ser punidos. Isso só está acontecendo porque o Réu tem dinheiro e consegue pagar as custas de um advogado.

  10. Quando prende erra,quando solta acerta o responsável vai acabar sendo o “Zequinha”que vendia bombom na frente…a corda sempre quebra pro lado mais fraco,parabéns Luiz fica e aguente a pressão!!!

  11. Um absurdo ele recorrer a um tribunal internacional para se livrar da pena no mínimo merecida. Não cumpriu exigências legais, colocando em risco a vida alheia e levando à termo o assassinato de centenas de jovens. Fux cumpriu com sua obrigação. Mas a corja bolsominion não pode aceitar a decisão, porque o STF cumpre a lei, em detrimento aos desmandos do ídolo deles. O juiz que liberou o hábeas corpus deveria ser investigado e punido, deve ser um corrupto!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui