Somente exame de DNA para confirmar identidade do corpo de mulher encontrado em Arroio do Meio, diz delegado

Polícia não descarta ser o corpo da jovem e confirma que foi homicídio


0
Foto: BM

O delegado de Polícia Civil Dinarte Marshall Júnior afirmou no início da tarde desta segunda-feira (7), à reportagem da Rádio Independente, que não é possível afirmar com 100% de certeza que o corpo encontrado no final da tarde deste domingo (6), na área de lazer em Arroio do Meio, seja da jovem Angélica Maria Tonini (20), desaparecida desde segunda-feira (31), quando saiu do seu local de trabalho e não foi mais vista.

Angélica Maria Tonini (20) está desaparecida desde 31 de janeiro

O cadáver de uma mulher, em avançado estado de decomposição, foi localizado em meio a um mato.

O local foi isolado pela Brigada Militar até a chegada do Instituto-Geral de Perícias (IGP) para os levantamentos necessários e posterior encaminhamento para necropsia no Departamento Médico-Legal (DML) de Lajeado.

A polícia não descarta ser o corpo da jovem e confirma que foi homicídio, porém aguarda o laudo do DML. Alguns familiares já teriam afirmado se tratar do corpo da jovem. MS/CC

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui