Sonhe feito criança, mas tenha coragem para agir

Gustavo Bozetti, diretor da Fundação Napoleon Hill e MasterMind RS, traz aspectos da infância que podem ser utilizados na vida adulta


0
Gustavo Bozetti, diretor da Fundação Napoleon Hill e MasterMind RS (Foto: Rodrigo Gallas)

Dias atrás, fui buscar meu filho na escolinha de futebol e vi uma criança com pouco mais de 6 anos no último galho de uma grande árvore. Na hora, percebi certo perigo, mas não comentei nada pois haviam adultos cuidando daquela criança. Quando entramos no carro, comecei a refletir sobre aquele episódio e pude concluir pontos muito interessantes que pretendo compartilhar aqui.


ouça o comentário


 

O primeiro deles é que a criança tinha um objetivo bem definido em sua mente quando começou a subir, que era chegar no lugar mais alto da árvore. A criança não mediu esforços para chegar até lá. Os riscos passaram despercebidos durante a jornada. O caminho de ida foi pensado passo a passo. Cada ponto de apoio foi cuidadosamente calculado.

Quando foi necessário voltar, a criança sabia exatamente aonde deveria pisar. Mas o mais interessante, na minha opinião, é que a criança não teve medo. Será que estes aspectos podem servir de inspiração para nossas vidas adultas? Penso que sim.

Primeiro, devemos mirar no ponto mais alto, nos nossos maiores objetivos. Segundo, devemos nos esforçar para chegar até lá. Terceiro, os sonhos devem ser realizados passo a passo e cada um deles dado com segurança. Quarto, devemos memorizar cada movimento para que possamos voltar, caso seja necessário. E o quinto ponto: não podemos deixar o medo nos impedir de atingir nossos objetivos.

Cautela é importante, pois deve servir para trazer a certeza necessária de que nossa caminhada será segura, mas o excesso de segurança não pode nos paralisar. Ou seja, uma simples brincadeira de criança pode trazer uma série de inspirações para nossas vidas.

Talvez essa seja uma boa reflexão para o dia de hoje, não achas? Em especial, para que possamos nos inspirar na capacidade que as crianças têm de sonhar. Forte abraço e até a vitória, sempre.

Gustavo Bozetti (@gustavobozetti), diretor da Fundação Napoleon Hill e MasterMind RS

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui