STF aprova proposta orçamentária para 2021 de R$ 712 milhões

Confira as informações do programa Correspondente Independente das 18h.


0
Foto: STF/Divulgação

O Supremo Tribunal Federal (STF) aprovou nesta quarta-feira (12) a proposta de orçamentária da Corte para 2021. O documento não prevê aumento de salários para os ministros e teve cortes para se enquadrar no teto de gastos previstos na Constituição. O salário dos ministros, hoje, é de R$ 39,2 mil, valor que também é usado como teto dos vencimentos dos servidores públicos. Pela proposta, aprovada por unanimidade durante sessão administrativa, o orçamento do STF será de R$ 712 milhões, valor que foi corrigido pela inflação do ano passado. Em 2020, orçamento foi fixado em R$ 686,7 milhões. Segundo o presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, foi preciso fazer cortes internos de R$ 76 milhões para cumprimento do teto. Agora a proposta orçamentária do STF para o ano que vem será enviada ao Poder Executivo e incorporado ao projeto do Orçamento de 2021, que será votado pelo Congresso Nacional. Fonte: Agência Brasil


OUÇA A REPORTAGEM


Ricardo Barros, do Centrão, é o novo líder do governo na Câmara

O deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), ex-ministro da Saúde e um dos principais nomes do grupo conhecido como Centrão, é o novo líder do governo Jair Bolsonaro na Câmara. Ele substitui o deputado Vitor Hugo (PSL-GO). Ricardo Barros confirmou a indicação por meio do perfil que mantém no Twitter, elogiando o trabalho do antecessor. Fonte: CNN

Governador de São Paulo, João Doria, testa positivo para a Covid-19

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), confirmou nesta quarta-feira (12) que testou positivo para o novo coronavírus. Em mensagem publicada em sua conta no Twitter, Doria escreveu que segue o princípio da total transparência “com que temos lidados com a pandemia”. Ele disse que está bem e sem sintomas. O governador cumprirá quarentena em isolamento. O vice-governador Rodrigo Garcia disse que Doria não pedirá licença do cargo porque, com as ferramentas de comunicação disponíveis hoje, continuará dando as orientações para sua equipe e para o próprio vice-governador. Fonte: CNN.

Avó de Michelle Bolsonaro morre após mais de um mês internada com Covid-19

A avó materna da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, morreu na madrugada desta quarta-feira (12), após ficar 42 dias internada na rede de saúde pública do Distrito Federal. A causa da morte teria sido pneumonia viral em decorrência do novo coronavírus. Maria Aparecida Firmo Ferreira tinha 80 anos – portanto fazia parte do grupo de risco – e estava internada com Covid-19 desde o dia 1º de julho, após contrair Covid-19. A avó de Michelle morreu no Hospital Regional da Ceilândia (HRC). A confirmação do falecimento pela assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde do DF aconteceu nesta manhã. Fonte: CNN

Presidente do Líbano confirma que sabia sobre nitrato de amônio em grande quantidade no porto que explodiu

O presidente do Líbano, Michel Aoun, confirmou pelas redes sociais nesta quarta-feira (12) que foi informado em julho sobre um depósito de grandes quantidades de nitrato de amônio no porto de Beirute. A substância é apontada como a causa da mega explosão que destruiu parte da capital libanesa e matou no mínimo 171 pessoas, segundo informações oficiais. Aoun confirmou a informação um dia depois de a agência Reuters dizer que o governo libanês foi alertado sobre o risco de uma explosão por causa de nitrato de amônio semanas antes. Um documento feito por inspetores chegou às mãos do presidente e do primeiro-ministro, Hassan Diab, que pediu demissão após o incidente. Fonte: G1

Para presidente da Undime/RS, aulas para anos iniciais só devem retornar quando houver vacina comprovada

O presidente da União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) no RS, Marcelo Mallmann, diverge da proposta do governo do RS para o retorno escalonado das aulas no estado. Para ele, que é secretário da Educação de Estrela, a volta às aulas em meio à pandemia de coronavírus deve se dar pelos alunos maiores, e não pela educação infantil. Conforme ele, os alunos dos anos iniciais (zero a 3 anos) não poderiam voltar enquanto não houver vacina com eficácia comprovada para a doença, pela dificuldade de seguir protocolos de segurança sanitária que incluem máscara, distanciamento social e higienização constante. O presidente da Undime/RS reconhece que o calendário apresentado pelo Governo do RS é uma primeira proposta, para estudo e análise. “Não tem nada definido, não existe uma definição de que será dessa forma, abriu-se um espaço para a discussão”, expõe.

Pecuária do RS conquista classificação de livre de febre aftosa

O Rio Grande do Sul conseguiu importante conquista para o setor de pecuária. Nesta terça-feira, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina assinou instrução normativa que reconhece o Estado como zona livre de febre aftosa. A classificação passa a vigorar em 1º de setembro, e a IN deve ser publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira. “Com a retirada da vacina, o Estado poderá alcançar 70% dos mercados mundiais disponíveis”, afirma o secretário da Agricultura, Covatti Filho. Ele observa que 2020 será o último ano com vacinação no RS. A partir do reconhecimento pelo Ministério, a Secretaria comunica a mudança para a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), que concede a certificação da evolução do status sanitário, abrindo portas para mercados não acessados pelos criadores gaúchos. Fonte: Correio do Povo

Brasil envia missão humanitária ao Líbano, liderada pelo ex-presidente Temer

O governo brasileiro enviou uma missão ao Líbano nesta quarta-feira com seis toneladas de alimentos, remédios e uma delegação liderada pelo ex-presidente Michel Temer, filho de libaneses, em apoio ao país atingido por explosões mortais. Minutos antes de decolar em um dos dois aviões militares da base da Força Aérea em São Paulo, o ex-presidente (2016-2018) afirmou esperar que o Brasil possa cumprir “não apenas essa missão humanitária”. O presidente Jair Bolsonaro se despediu pessoalmente da delegação, e qualificou a missão como um “ato simbólico, mas que vem do fundo do coração de todo o povo brasileiro”. Fonte: Correio do Povo

PSG vira no final e se classifica para as semifinais da Liga dos Campeões da Europa

O Paris Saint-Germain conseguiu uma virada histórica hoje (12) diante da Atalanta e avançou às semifinais da Liga dos Campeões depois de 25 anos. Os gols da vitória por 2 a 1 foram marcados aos 45 e aos 47 minutos do segundo tempo, com Marquinhos e Choupo-Moting, respectivamente. Pasalic abriu o placar para os italianos no primeiro tempo. O adversário do PSG será RB Leipzig ou Atlético de Madri. O jogo foi marcado pelo protagonismo de Neymar, que chamou o jogo para si desde os primeiros minutos. O craque brasileiro, depois de perder dois gols na etapa inicial, levou o PSG à virada no segundo tempo. No primeiro gol, deu assistência para Marquinhos. Na virada, deixou Mbappé livre para servir Choupo-Moting. Fonte: UOL

Produção e apresentação: Ricardo Sander
Próxima edição: amanhã, às 8h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui