Supermercados britânicos e europeus ameaçam boicote ao Brasil por desmatamento

Em uma carta aberta aos congressistas de Brasília, 38 grupos empresas afirmam que consideram "extremamente preocupante" a apresentação em de projeto de lei 510/21


0
Foto: Ilustrativa / Divulgação

Grandes supermercados e produtores de alimentos britânicos e europeus ameaçaram nesta quarta-feira boicotar produtos do Brasil por um projeto de lei que, afirmam, levaria a um desmatamento maior da floresta amazônica. Em uma carta aberta aos congressistas de Brasília, os grupos afirmam que consideram “extremamente preocupante” a apresentação em abril do projeto de lei 510/21, após a retirada no ano passado de uma proposta similar, apoiada pelo presidente Jair Bolsonaro, à qual já haviam manifestado oposição.

Esta medida apresenta “ameaças potencialmente ainda maiores para a Amazônia que antes”, afirmam os 38 signatários da carta. O grupo inclue grandes redes de supermercados britânicos como Tesco, J Sainsbury, Marks & Spencer, assim como a alemã Aldi, empresas de produção de alimentos como a National Pig Association, o fundo público de previdência sueco AP7 e outros gestores de investimentos.

O texto prevê a “regularização fundiária, por alienação, ou concessão de direito real de uso, das ocupações de áreas de domínio da União; estabelece como marco temporal de ocupação a data de 25 de maio de 2012, quando foi editado o Código Florestal”, afirma o site do Senado brasileiro.

Além disso, “amplia a área passível de regularização para até 2.500 hectares; dispensa vistoria prévia da área a ser regularizada, podendo ser substituída por declaração do próprio ocupante”.

Fonte: AFP

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui