Tapas, o estilo espanhol de comer

As tapas são porções pequenas, servidas no centro da mesa, para que os comensais belisquem, cada um com o seu garfo e, mais raramente, servindo-se uma pequena porção no seu próprio prato


0
Foto: Divulgação

A comida espanhola é, para nós brasileiros, praticamente desconhecida. Basta perguntar para qualquer pessoa que você tem ao lado: quais são os pratos típicos espanhóis? Pouquíssimas pessoas irão além da “paella”. Entretanto, a cozinha espanhola é riquíssima não só pela variedade das diferentes regiões, mas também pela qualidade dos pratos e dos produtos locais.

Em geral, as refeições estão compostas de dois pratos: um “entrante” e um “principal”. O entrante pode ser uma salada, alguma verdura refogada, uma “tortilla”, algum embutido, marisco, etc. Não há regra. O prato principal é mais contundente, lógico, e embora o arroz seja importantíssimo para o espanhol, ele raramente é um acompanhamento, como para o brasileiro. O pão é o carboidrato sempre presente à mesa, tanto para ensopá-lo de molho, para limpar o prato ou para empurrar a comida.


ouça o “direto ao ponto”

 


As “tapas” também são bastante conhecidas como próprias da cozinha espanhola, só que, ao contrário do que muitos pensam, elas não são um prato, mas sim uma forma de comer. Você pode comer uma “tapita de paella”, por exemplo.

Conta a lenda que o rei Alfonso X teria recebido a recomendação de tomar algumas taças de vinho quando estava doente. Para amenizar o efeito do álcool, ele sempre acompanhava a bebida com pequenas porções de alimentos.

Medico e gourmet Marcos Frank fala sobre culinária nas sextas-feira no quadro “Direto Ao Ponto” (Foto: Divulgação)

Outras histórias remetem ao nome “tapa”, que significa tampa, em espanhol. São duas ideias ligadas a esse fato: a primeira remete a um período em que supostamente havia muitos condutores de carroças embriagados, causando acidentes por onde passavam. Daí que os taberneiros teriam passado a servir um pequeno prato de comida sobre os copos de bebida. Ainda segundo a lenda, só seria permitido beber depois de fazer uma boquinha, o que prevenia a bebedeira.

Seja qual for a origem, as tapas são porções pequenas, servidas no centro da mesa, para que os comensais belisquem, cada um com o seu garfo e, mais raramente, servindo-se uma pequena porção no seu próprio prato.

Para os espanhóis os tapas são uma forma de vida. Faz parte da cultura local. Você falar “vamos sair de tapas”, é como dizer “vamos petiscar”. É uma forma de encontrar ou se reunir com amigos, familiares e até parceiros de negócios.

Ir a um bar de tapas e tomar uma caña, que é o que seria no Brasil o chope nosso, ou uma cerveja. E vai petiscando pequenas porções, o que deixa tudo um pouco mais informal. Não precisa esperar os pratos chegarem, toda aquela cerimônia. Os garçons vão trazendo pequenas porções de comida descontraidamente. A tapa que fica pronta, ele já coloca na tua mesa, e você vai comendo com as mãos ou com seu garfo.

Você vai comendo, comendo, comendo e, ao final das contas, é uma refeição. Mas você também pode petiscar três ou quatro tapas e finalizar com uma paella.

Em Madri, tem uns bares de tapas onde é muito comum jogar o guardanapo que você usa para limpar a boca no chão. Você chega ao local e vê o chão cheio desses guardanapinhos. O turista que não sabe, olha e fala “que bar sujo”. Já os espanhóis dizem “se tem mais papel, mais gente veio aqui, mais gente está comendo nossa comida”.

Receitas

Pintxos

Essa tapa é típica do País Basco, mas pode ser experimentada em praticamente toda a Espanha. A base da receita é muito simples e há 90% de chances de que você consiga improvisar um pintxo com o que tem na sua geladeira agora.

O segredo é um pão tipo baguete cortado em rodelas com uma cobertura à sua escolha: presunto cru, queijos especiais, geleia com brie, cogumelos, salmão, anchovas… Tudo pode virar parte da receita.

Tortilla de batata

Ingredientes

* 1/2 xícara de chá de óleo
* 2 batatas médias cortadas em rodelas finas
* 2 cebolas médias cortadas em rodelas finas
* 6 ovos batidos
* Tempero a gosto
* 1 colher de chá de sal

Modo de preparar

Em uma frigideira grande, coloque o óleo e leve ao fogo alto para aquecer.
Junte as batatas e frite, aos poucos por 3 minutos de cada lado, ou até que fiquem douradas.
Escorra em papel absorvente e reserve. 
Acrescente as cebolas e refogue por 3 minutos, ou até murcharem.
 Escorra.
 Na mesma frigideira, coloque os ovos previamente temperados com o sal e temperos a gosto, e coloque as batatas e as cebolas. 
Frite em fogo médio por 5 minutos, ou até que a parte superior esteja consistente.
 Vire com o auxílio de um prato e deixe por 5 minutos.
Retire do fogo e sirva em seguida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui