Tarifa social de energia deve contemplar 20 milhões de famílias em 2022

Famílias inscritas no CadÚnico e no BPC serão incluídas no programa, que dá desconto de ao menos 10% na conta de luz


0
Foto: Divulgação

Entrou em vigor nesta semana uma resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que altera as regras para a inclusão de famílias na Tarifa Social de Energia Elétrica, que concede descontos na conta de luz a brasileiros de baixa renda.

De acordo com a norma, pessoas inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do governo federal e no Benefício de Prestação Continuada (BPC) serão cadastradas de forma automática no programa.

Com isso, cerca de 20 milhões de famílias devem ser contempladas com o benefício na conta de energia. Atualmente, a Tarifa Social atende 12,4 milhões de famílias.

Conforme a Aneel, esse número poderia ser maior, visto que muitas famílias cadastradas no CadÚnico ou no BPC se enquadram nas condições para reivindicar o benefício, mas nunca solicitaram a inclusão no programa por desconhecimento sobre o direito ao benefício ou dificuldade de deslocamento. Para resolver esse problema, a Aneel formulou a resolução.

Fonte: R7

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui