Temer demite indicados de infiéis que votaram contra a reforma trabalhista


0
Foto: Folhapress

O presidente Michel Temer cumpriu a promessa de punir deputados de sua base aliada que votaram contra a Reforma Trabalhista na semana passada.

O Diário Oficial da União desta terça-feira (2) traz três exonerações de apadrinhados de PTB, Pros e PSD.  Deley (PTB-RJ), Ronaldo Fonseca (Pros-DF) e Expedito Neto (PSD-RO) votaram “não” na noite do dia 26 de abril, quando o plenário da Câmara apreciou o texto-base da Reforma Trabalhista, que acabou aprovada por 296 votos a favor e 177 contrários.

Fonte: Folha de São Paulo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui