Tenista chinesa que denunciou estupro reaparece em público, mas dúvidas permanecem

Para federação internacional do tênis feminino, novas imagens de Peng Shuai são 'insuficientes' para tranquilizar a entidade sobre a segurança da atleta


0
Peng Shuai assina bolas de tênis um torneio de tênis juvenil em Pequim, em imagem divulgada neste domingo (21) no Twitter (Foto: @QINGQINGPARIS/Twitter via REUTERS )

Depois da forte pressão internacional, a tenista chinesa Peng Shuai reapareceu em público neste domingo (21) em um torneio de tênis juvenil em Pequim. Fotos da ex-número 1 mundial de duplas, vestida com um agasalho esportivo azul-marinho, calça branca do patrocinador do evento e cercada de crianças, foram publicadas na conta oficial do China Open, na rede social Weibo, equivalente ao Twitter na China.

Esta é a primeira aparição pública de Peng Shuai desde que ela acusou de estupro um figurão do Partido Comunista Chinês (PCC) no início do mês e ficou desaparecida durante vários dias.

A pressão crescente da ONU, dos Estados Unidos e do Reino Unido, bem como de estrelas do tênis mundial, pedindo esclarecimentos sobre o paradeiro da esportista, faz o governo chinês divulgar imagens em que a atleta parece estar bem, sem que seja possível esclarecer as condições em que foram produzidas.

A tenista de 35 anos desapareceu repentinamente no início do mês, depois de ter acusado Zhang Gaoli, um poderoso ex-chefe do Partido Comunista Chinês, 40 anos mais velho, de tê-la forçado a ter relações sexuais. Em uma mensagem publicada em 2 de novembro na sua conta oficial no Weibo, ela descreve uma relação forçada com Zhang, um homem casado e ex-vice-primeiro-ministro do país. A mensagem ficou no ar por um curto espaço de tempo, até ser censurada na internet na China.

Desde sexta-feira, fotos e vídeos de Shuai começaram a aparecer nas redes sociais, publicadas por pessoas próximas do governo, como o jornalista Hu Xijin, influente editor-chefe do Global Times, um jornal chinês nacionalista e próximo do PCC.

Neste domingo, o jornalista publicou em sua conta no Twitter um novo vídeo de Shuai dando autógrafos para crianças no que parece ser o mesmo estádio onde está ocorrendo o torneio Fila Kids Junior Tennis Challenger Finals, em Pequim. Mas as imagens não foram compartilhadas por ele na rede chinesa Weibo.

Ding Li, executivo da Global D-Sports, empresa especializada na organização eventos esportivos, também publicou em sua conta no Twitter uma foto de Shuai no torneio juvenil. No sábado (20), ele já tinha postado uma foto da campeã em um restaurante popular no centro de Pequim, durante um jantar. Li, que afirma ser um amigo de longa data de Shuai, garante que o telefone da tenista está funcionando normalmente.

No entanto, para a WTA, federação internacional do tênis feminino, as novas imagens de Shuai são “insuficientes” para tranquilizar a entidade. Na semana passada, o presidente da WTA, Steve Simon, declarou à revista Times que havia tentado contatar a tenista por vários meios, sem sucesso.

A WTA ameaça suspender contratos lucrativos que mantém com a China, caso não obtenha informações sobre as condições de segurança de Peng Schui.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui