Tensão com populistas ameaça derrubar governo da Itália

Ameaça do Movimento Cinco Estrelas pode provocar a queda do governo de unidade liderado por Mario Draghi


0
Mario Draghi (Foto: Ansa / Divulgação)

As tensões políticas na Itália ameaçam derrubar o governo de unidade liderado pelo premiê Mario Draghi, após a decisão do populista Movimento Cinco Estrelas (M5S), membro da coalizão, de se abster na votação da moção de confiança do Senado.

Giuseppe Conte, ex-chefe de governo e atual líder do M5S, anunciou na noite de quarta-feira (13) que os senadores de seu partido não comparecerão ao voto de confiança, que está vinculado à aprovação de um pacote de medidas para ajudar os italianos a enfrentarem a crise econômica.

Tais moções de confiança em projetos de lei governamentais visam garantir a coesão dos partidos aliados. O posicionamento do M5S produziria uma crise na coalizão de governo, que perde assim a maioria para governar.

Conte vinha reclamando há semanas das prioridades do governo, exigindo um alívio financeiro mais generoso para famílias e empresas atingidas pelos altos custos de energia, e o financiamento de um salário mensal garantido para quem não consegue encontrar trabalho.

Draghi tentou responder, mas deixou claro esta semana que não agiria sob ultimatos. Por outro lado, o primeiro-ministro antecipou em várias ocasiões que sem o apoio do M5S o seu mandato terminará, apesar de os populistas, vencedores das eleições de 2018 com 32% dos votos, estarem em momento de plena desordem e muitos de seus parlamentares terem migrado para outras formações.

Fonte: DW Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui