Teutônia projeta escola de formação de soldados

Iniciativa foi apresentada em evento da CIC Teutônia, com infraestrutura de 5.226m², em uma área de quatro hectares


0

O projeto de uma Escola de Formação e Especialização de Soldados (EsFES) de Teutônia foi apresentado no segundo almoço empresarial organizado pela Câmara de Indústria e Comércio (CIC) de Teutônia em 2021. O evento ocorreu no dia 20 de outubro e reuniu empresários e lideranças locais. A ideia foi lançada pelo Comitê de Governança de Teutônia, coordenado pela entidade empresarial teutoniense e administração municipal, e entregue ao comando da Brigada Militar.

Esse foi um dos assuntos abordados pelo comandante da Brigada Militar de Teutônia, 2ª Cia do 40º Batalhão de Polícia Militar, capitão Fábio Cézar Bilhar, durante a palestra “Segurança pública de Teutônia e a política de enfrentamento ao crime”. “Trata-se de um projeto audacioso, para marcar território. O desafio foi lançado, a semente foi plantada, e temos a certeza de que o projeto da cidade será abraçado pela comunidade. Não é uma iniciativa da Brigada Militar, da municipalidade ou de alguma entidade, é uma ideia de Teutônia, reconhecida por grandes projetos. A partir de agora o assunto começa a ser debatido, para num segundo momento, com autorização do Comando Regional, levar o tema ao alto comando da Brigada Militar e Governo do Estado”, frisou Bilhar.

As imagens 3D apresentadas dão conta de infraestrutura com 5.226m², em área de quatro hectares, além da possibilidade de aproveitamento de espaço ocioso no município. “Esse anseio das lideranças locais soluciona os problemas de segurança a médio e longo prazo, evita que se instalem problemas que vemos em outras cidades”, explicou o capitão, reforçando que a iniciativa requer aprovação governamental e do alto comando da BM.

Ao fim do evento, lideranças teutonienses se manifestaram favoráveis à EsFES. A ideia apresentada contempla entre 12 e 15 salas de aula, atendendo cerca de 300 alunos; alojamentos masculino e feminino; espaço para atividades físicas; linha de tiro; e refeitório. Entre os benefícios elencados, destaque para a presença de cerca de 300 alunos/ano na cidade; injeção de R$ 1,5 milhão/mês na economia local, considerando, por exemplo, aluguéis e alimentação; a possibilidade de incremento no efetivo da cidade sede de cursos de formação; e a realização de estágios operacionais na cidade.

Almoço empresarial da CIC Teutônia

Segurança efetiva e sensação de segurança

Bilhar falou de segurança efetiva e sensação de segurança, que caminham juntas, num ciclo virtuoso. “Uma não sobrevive sem a outra. A segurança efetiva é objetiva, com as ações em si, enquanto que a sensação de segurança é subjetiva, feita pela visibilidade. Nos Estados Unidos é conhecida como ‘taxa do medo’, como as pessoas se sentem naquela comunidade”, exemplificou, elencando a presença de policiais nas ruas, o desenvolvimento de ações sociais, o trabalho do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd), barreiras de trânsito com o intuito de tirar de circulação armas, drogas e foragidos. Nesse cenário, valorizou o trabalho da imprensa na divulgação das boas ações. “A mídia positiva tem caráter de melhorar a segurança pública. Não é somente o cidadão de bem que lê jornal e se informa pelas redes sociais, e essa divulgação acaba por persuadir a criminalidade.”

Comandante da Brigada Militar de Teutônia, capitão Fábio Cézar Bilhar

Whats-Denúncia

O capitão enalteceu os resultados do serviço de denúncias anônimas pelo WhatsApp. “Está funcionando a pleno, uma das grandes fontes de informação na comunidade. Todo cidadão de bem tem o dever de reportar à Brigada Militar ou Polícia Civil se visualizar algo contrário à lei. Hoje, recebemos em média dez denúncias por dia.”

Já a partir da próxima semana a Brigada Militar inicia visitas ao comércio e indústrias de Teutônia para apresentação e implantação do projeto de grupos de WhatsApp, com a participação da BM para troca de informações, relatos de atitudes suspeitas e divulgação de ações da corporação.

O contato do Whats-Denúncia da Brigada Militar de Teutônia é o (51) 9 9802-6428.

Números

Índices criminais de Teutônia em 2021 foram apresentados, considerando os meses de junho a setembro. A maior preocupação está no estelionato e entorpecentes (posse e tráfico). “Temos índices europeus. Se Teutônia fosse um país, tiraríamos o posto de primeiro lugar em segurança, que pertence à Islândia. Isso é fruto do trabalho de inteligência e integração. Ainda assim, o crime de estelionato tem nos preocupado, ocorre prioritariamente de forma virtual, os conhecidos golpes, por isso é necessário trabalhar a conscientização das pessoas”, exemplificou Bilhar.

Sobre posse e tráfico de entorpecentes, enumerou que a lógica dos indicadores é inversa: quanto mais os órgãos de segurança trabalham, mais aparece o indicador desse tipo de crime. “O tráfico de drogas traz crimes de ‘arrasto’ à cidade, como homicídios por disputa de ponto, cobrança de dívidas, roubos das facções para se capitalizarem, pequenos delitos e furtos cometidos pelos usuários.”

Verbas e aporte de recursos

Bilhar comentou sobre as possibilidades de arrecadação, entre elas verbas destinadas pelo Fórum (penas alternativas), Termos de Ajustamento de Conduta (TAC) do Ministério Público, repasses do Executivo e Legislativo Municipal e doações da comunidade (Consepro).

Atenção especial ao Programa de Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública (PISEG). Ele permite que contribuintes destinem até 5% do saldo devedor em ICMS; desses 5%, deve haver destinação de 10% ao Fundo Comunitário Pró-Segurança.

Tenente-coronel João Ailton Iaruchewski

Trabalho reconhecido

Também fez uso da palavra no Almoço Empresarial da CIC Teutônia o tenente-coronel João Ailton Iaruchewski, comandante do Comando Regional de Polícia Ostensiva do Vale do Taquari (CRPO-VT). Ele assumiu o cargo no último mês de agosto e parabenizou o trabalho realizado pela 2ª Cia do 40º Batalhão de Polícia Militar.

“Visitamos todos os 37 prefeitos que compõem a nossa região, ouvimos o que cada Executivo tem a propor em termos de segurança pública. A Brigada Militar trabalha sistematicamente com o objetivo de, cada vez mais, melhorar a qualidade de vida das comunidades, o que passa por um trabalho de excelência executado pelos nossos policiais militares”, frisou. AI/VM

 


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui