“Todos os anos são intensos, mas o ano de 2021 foi intenso aos extremos”, avalia prefeito Marcelo Caumo

Avaliação dos últimos meses e projetos para 2022 foram apresentados durante café com a imprensa


0
Apresentação foi conduzida pelo prefeito Marcelo Caumo e pela vice-prefeita, Gláucia Schumacher (Foto: Artur Dullius)

Em evento realizado na manhã desta segunda-feira (20), a administração municipal de Lajeado apresentou os números de 2021 e realizou uma projeção para as ações do próximo ano. O tradicional café com a imprensa aconteceu no salão de eventos da prefeitura e contou também com a presença dos secretários da gestão pública.

A apresentação foi conduzida pelo prefeito, Marcelo Caumo, e a vice-prefeita, Gláucia Schumacher. Eles começaram falando sobre a mudança no orçamento de 2021, que teve um incremento de aproximadamente R$ 70 milhões. Caumo também destacou a segunda posição no ranking estadual de competitividade, colocando Lajeado como melhor cidade do interior do Rio Grande do Sul entre aquelas que tem mais de 80 mil habitantes.


ouça a reportagem

 


O prefeito falou ainda sobre o aumento no investimento per capita. Em 2017, eram cerca de R$ 50 por munícipe anualmente. Já em 2020, o número era superior aos R$ 405. O ano também foi marcado pela municipalização das ERSs 413 e 421. Além disso, 70 ruas foram contempladas por meio do programa de pavimentação comunitária.

“Todos os anos são intensos, mas o ano de 2021 foi intenso aos extremos. Tivemos um mês de março inimaginável, com a pandemia vindo a toda força e a gente passou por tudo isso. Agora, fazendo a análise do fechamento do ano, vivemos um outro extremo, que é uma arrecadação fiscal impressionante. Entre a diferença do que estava sendo projetado, para o que está sendo realizado, talvez o maior avanço da história de Lajeado. A gente conseguiu fazer muitas obras que vão ficar marcadas ao longo dos anos”, comemora.

Caumo também comemorou a constante redução nos índices de criminalidade, que apresentaram queda de 35% nos homicídios. Na área da saúde, foram 13 mil testes e 140 mil doses de vacinas contra a covid-19 aplicadas. No entanto, o prefeito se emocionou ao lembrar a situação enfrentada durante o mês de março, em razão da pandemia.

“Em todos esses cinco anos que estou a frente da prefeitura, foi o período que, sem dúvidas, mais me tirou o sono. Quando a gente pensa nisso, até uma gota de lágrima surge nos olhos, pois foi duro. Mas conseguimos atender todo mundo, através de uma grande parceria. O trabalho que o Hospital Bruno Born fez foi fantástico. Os outros parceiros também foram extremamente importantes e puxaram a frente neste batalha, Uma pena pelas pessoas que nos deixaram”, lembra.

Para 2022, o orçamento estimado é de R$ 422 milhões. O município prevê o lançamento de três grandes projetos nas áreas de sustentabilidade, educação e saúde. As propostas devem ser apresentadas para a comunidade nos primeiros três meses do ano e incluem a revitalização da Rua Júlio de Castilhos, a criação e ampliação do espaço nos educandários, com o incentivo do contra turno escolar, além da construção de um novo posto de saúde referência no Bairro São Cristóvão.

“Será um ano batalhado novamente. Não será um ano fácil. Se projeta na economia nacional um ano de recessão, e isso naturalmente influencia na economia do município e no bolso da população. Mas a gente está disposto a enfrentar tudo isso e o sorriso no rosto abre muitas portas”, projeta.

Também estão sendo previstas importantes mudanças estruturais nas áreas próximas da praça do chafariz e a sequência da elaboração da nova orla do Rio Taquari. Caumo ainda falou sobre a proposta para a instalação de uma nova central da Polícia Civil, as melhorias das duas rodovias municipalizadas e as obras junto ao trevo em frente a BRF, que devem iniciar já no mês de janeiro.

Texto: Artur Dullius
reporter@independente.com.br

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui