Tráfego para veículos leves na BR-386 deve ser parcialmente liberado até esta terça-feira

Prazo previsto para a normalização do fluxo nas quatro faixas é de meio ano


2
Foto: PRF

O prazo para que o fluxo volte a ser como era até antes do meio-dia do sábado (13) na BR-386, em Estrela, pode se estender até meio ano.

A Concessionária CCR ViaSul informa que aguarda os resultados da avaliação da estrutura feita pelas equipes de especialistas de engenharia da empresa, no km 350 da rodovia. As avaliações foram feitas por meio de ensaios visuais, ensaios com corpos de prova e testes de carga da ponte, realizadas na pista sentido Sul (sentido Lajeado – Porto Alegre). Tais resultados devem ser divulgados até esta terça-feira (16) e definirão sobre a eventual liberação do tráfego de veículos leves no local, no sistema de fluxo e contrafluxo (pista simples).

O tráfego de veículos pesados (caminhões e ônibus) deverá ser liberado posteriormente às ações de reparos estruturais, que já foram identificados e definidos pela CCR ViaSul, incluindo o reforço de um dos pilares da estrutura no interior – capital. A previsão para que isso aconteça é de 10 dias, a contar desta terça (16). Por hora, os desvios por rotas alternativas permanecem.

Em relação à ponte na pista sentido Norte (capital – interior), as equipes de especialistas já identificaram danos estruturais, os quais serão necessárias obras de reconstrução. O prazo estimado para a conclusão dessas ações é de até seis meses, quando da liberação total do tráfego no local. Essa medida visa garantir a segurança de todos os usuários que utilizam a rodovia.

A CCR ViaSul reforça que instituiu um comitê de crise envolvendo especialistas em obras de arte (pontes e viadutos), com o objetivo de identificar a solução de engenharia mais eficaz e célere.

A sinalização no local foi reforçada com painéis eletrônicos móveis de mensagens de forma a melhor orientar os usuários que utilizam o trajeto. Todas as ações implementadas pela Concessionária, bem como as opções de rotas foram definidas em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A Concessionária lembra a todos que, em caso de dúvidas ou mais informações, o usuário tem à disposição o Disque CCR ViaSul pelo telefone 0800 000 0290 ou o aplicativo CCR Rodovia Sul, que informa a situação das rodovias em tempo real.

Hoje às 15h20 a Rádio Independente irá entrevistar o diretor-presidente da CCR Viasul, Fausto Camilotti, que irá ampliar as informações acima. MS

2 Comentários

  1. Sei que muita gente vai rir, mas eu tenho certeza que isso aí é coisa do Lula. Muita coincidência ele ter recebido a liberdade e aí do nada explodir uma bomba que prejudica todo o Vale do Taquari. Esse caminhoneiro era comunista, isso é tudo pra prejudicar o Bolsonaro nosso presidente. Deus acima de tudo e Brasil acima de todos. Esse vírus é coisa de comunista e o Lula tem dedo nisso daí.

    • Tu não deve prestar, independente do teu lado na politicagem de Brasília.. fazer piada com morte de alguém é muita falta de caráter!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui