Trump assina ordens que podem banir aplicativos chineses TikTok e WeChat dos EUA em 45 dias caso não sejam vendidos

Donas dos aplicativos chineses teriam de vender o controle da ferramenta no país em até 45 dias para uma empresa americana.


0
Foto: Doug Mills / Pool via EFE

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou na noite desta quinta-feira (6) duas ordens executivas para banir dois aplicativos chineses do país em 45 dias, o TikTok e o WeChat, caso eles não sejam vendidos para companhias americanas por suas empresas de origem. A ordem executiva proibiria “qualquer transação por qualquer pessoa, ou com relação a qualquer propriedade, sujeita à jurisdição dos Estados Unidos, com a ByteDance Ltd” (e com a Tencent), a partir de 45 dias. As ordens foram assinadas no mesmo dia em que o Senado votou, por unanimidade, um projeto de lei do senador Josh Hawley que proíbe funcionários federais de usar o aplicativo de compartilhamento de vídeos TikTok em dispositivos cedidos pelo governo.


ouça o programa

 


Bolsonaro assina MP que libera recursos para produção de vacina de Oxford

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) assinou nesta quinta-feira (6) uma medida provisória que abre crédito extra de cerca de R$ 2 bilhões no orçamento federal e abre caminho para a produção da vacina para Covid-19 de Oxford e da farmacêutica AstraZeneca. Bolsonaro projetou que a vacina esteja disponível a partir de dezembro e a atual crise se resolva “em poucas semanas” depois disso. O governo brasileiro firmou com a empresa e a universidade um memorando de entendimento, uma espécie de pré-acordo, no qual o Brasil havia se comprometido em investir R$ 522 milhões na reforma da fábrica de Bio-Manguinhos e outros R$ 1,3 bilhão em investimentos. Faltava espaço no orçamento para que os repasses fossem feitos.

Bolsonaro lamenta quase 100 mil mortes por Covid-19, mas defende ‘tocar a vida’

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) comentou nesta quinta-feira (6) a possibilidade de o Brasil superar a marca de 100 mil mortes pela Covid-19. Em transmissão ao vivo pelas redes sociais, Bolsonaro disse lamentar as mortes, mas afirmou que é o momento de “tocar a vida”. Segundo os números mais recentes do Ministério da Saúde, o Brasil confirmou até o momento 98.493 mortes pela doença. Os casos confirmados são 2.912.212.

Com reforma tributária na pauta, Guedes debate medidas com prefeitos nesta sexta

O ministro da Economia, Paulo Guedes, participa nesta sexta-feira (7), a partir das 15h, de uma videoconferência com representantes da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), entidade nacional que reúne prefeitos em exercício de seu mandato. A tramitação da reforma tributária será um dos assuntos da reunião, assim como a aplicação do mínimo constitucional em educação, suspensão de precatórios e também sobre o regime especial de emergência para o transporte coletivo. Participam da audiência virtual, representando outras prefeituras de todo o Brasil, o presidente da FNP e prefeito de Campinas (SP), Jonas Donizette; o vice-presidente da entidade e prefeito de Teresina (PI), Firmino Filho; e os prefeitos de Aracaju (SE), Edvaldo Nogueira; Salvador (BA), ACM Neto; Florianópolis (SC), Gean Loureiro; e Macapá (AP), Clécio Luís. A lista de participantes também inclui os secretários de finanças de alguns municípios, como Vitor Puppi, da prefeitura de Curitiba (PR); e Giovanna Victer, da prefeitura de Niterói (RJ), entre outras autoridades.

Ao menos 16 funcionários do porto de Beirute já foram presos após explosões

Ao menos 16 funcionários do porto de Beirute foram detidos como parte da investigação sobre as devastadoras e mortais explosões de terça-feira em um depósito no local com toneladas de nitrato de amônio. As explosões mataram ao menos 137, deixaram mais de 5 mil feridos e 300 mil desabrigados. A Agência Nacional de Notícias citou como fonte o juiz, um representante do governo, de um tribunal militar, Fadi Akiki, que informou que até esta quinta-feira 18 pessoas já tinham sido interrogadas. Todos são funcionários do porto e da alfândega, além de indivíduos encarregados da manutenção do hangar, onde 2.750 toneladas de materiais explosivos estavam armazenadas havia anos. A investigação, segundo o juiz, continua.

Macron quer organizar ajuda internacional para o Líbano

O presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou nesta quinta-feira que deseja “organizar a ajuda internacional” para o Líbano, para onde viajou dois dias após as devastadoras explosões no porto de Beirute que deixaram pelo menos 137 mortos e destruíram muitos bairros da capital. “Ajudaremos a organizar nos próximos dias apoio adicional no nível francês, no nível europeu”, afirmou o chefe de Estado.

EGR faz recapeamento asfáltico em trevo de acesso de Muçum

No início desta semana, a Prefeitura de Muçum entrou em contato com a Secretaria Estadual de Logística e Transportes e a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), responsável pela manutenção da ERS-129, incluindo trecho que passa pelo município. Na ocasião, foi exigido um trabalho de melhorias nas condições do asfalto que circunda o trevo de acesso. O processo de recapeamento asfáltico iniciou na manhã desta quarta-feira (5), atendendo a demanda solicitada. Segundo o prefeito Lourival de Seixas, através de contato telefônico na última segunda-feira (3), o secretário estadual de Logística e Transportes, Juvir Costella, garantiu que as obras iniciariam até a quinta-feira (6). Em conversa com os responsáveis, o chefe do Poder Executivo chegou a comunicar a possibilidade de moradores trancarem a ERS-129. Na ocasião, ele afirmou que as operações tapa buracos não resolvem a situação em definitivo. AI/NR

Presidente do Caxias se diz surpreso e chateado com final do Gauchão em dois jogos

Com a decisão da Federação Gaúcha de Futebol (FGF), que confirmou a final do Gauchão em dois jogos no dia 26 e 30 de agosto, o presidente do Caxias, Paulo César Santos, lamentou a ausência de consenso entre a equipe grená e o Grêmio, o que impossibilitou a definição do Estadual em um jogo único, já neste final de semana. Pela longa paralisação que o clube terá de passar, o dirigente se vê prejudicado com a decisão e na sua visão, com todo o sacrifício feito para que o Gauchão pudesse ser finalizado seria melhor encerrar já neste final de semana.

Produção e apresentação: Júlio César Lenhard
Próxima edição: hoje, ao meio-dia.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui