Turistas da União Européia poderão voltar a viajar para a Itália a partir de 3 de junho

O coronavírus deixou cerca de 32 mil mortos na Itália.


0
Foto: Yara Nardi / Reuters

O governo italiano anunciou neste sábado (16) que irá reabrir as fronteiras para turistas da União Europeia em 3 de junho. A partir desta data, também será cancelada a quarentena obrigatória imposta atualmente a estrangeiros. O coronavírus deixou cerca de 32 mil mortos na Itália.

As medidas foram anunciadas após um Conselho de Ministros que durou cerca de 10 horas, presidido pelo chefe de governo Giuseppe Conte, na noite de sexta-feira (15) para sábado. Em comunicado, Roma declarou que as novas medidas serão aplicadas “em conformidade com os vínculos derivados da ordem jurídica da União Europeia”.

O principal objetivo é reativar o setor do turismo, um dos principais motores da economia da Itália, que contribui para cerca de 13% do Produto Interno Bruto (PIB). Confinados desde 10 de março, e autorizados a se deslocar apenas em seu município por razões de saúde ou a trabalho, os italianos também poderão transitar livremente a partir de 18 de maio dentro de sua região. Já a partir de 3 de junho, os cidadão estarão autorizados a viajar livremente pelo país.

Um dos principais sindicatos de agricultores indica que a abertura das fronteiras da Itália a europeus também favorece o retorno ao país de cerca de 150 mil cidadãos da Romênia, Polônia e Bulgária que trabalham em colheitas na Itália. No entanto, em caso de aumento do número das contaminações por coronavírus, o governo italiano prevê revisar as medidas de relaxamento.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui