Turistas do Vale do Taquari são transportados pelo exército chileno para Santiago

Moradores de Estrela e Teutônia estavam desde sábado na aduana chilena por conta de nevasca


0
Foto: Divulgação

O grupo de 34 turistas do Vale do Taquari que estava desde o último sábado (9) na aduana chilena por conta de uma nevasca que atinge a região dos Andes, é transportado para Santiago na tarde desta terça-feira (12) por um caminhão do exército chileno. O objetivo é fazer com que o grupo fique alojado em melhores condições.

Eles são encaminhados para um alojamento militar de Los Andes e, posteriormente, um ônibus da agência de turismo responsável pelo grupo fará o deslocamento dos turistas a um hotel, que já estava reservado.

Os dois motoristas do ônibus do Vale do Taquari permaneceram na aduana para manter o veículo ligado a fim de não congelar o motor. Isto porque os ônibus não estão liberados para andar pela Estrada Los Caracoles, trecho cheio de curvas entre Santiago e Mendoza (Argentina).

Transporte por veículo militar (Foto: Divulgação)

Uma nova nevasca está prevista para esta quarta-feira (13) e deverá se estender até domingo (17). Por isso a estratégia é aproveitar a trégua no clima para levar o grupo para um local mais seguro e confortável. A temperatura na manhã desta terça era de -13ºC. Outros grupos já estão sendo levados pelo exército chileno para regiões mais baixas, longe da aduana desde a noite de segunda.

O grupo da região é composto por 34 pessoas, sendo 29 idosos. A maior parte dos integrantes da excursão é de moradores de Teutônia, e outros sete seriam de Estrela.

Os viajantes saíram do Vale do Taquari na última quarta-feira (6). O grupo passou por Mendoza (Argentina), estava a caminho de Santiago, onde ficaria quatro dias e depois retornaria para Mendoza e, por fim, ao Vale do Taquari.

Texto: Ricardo Sander
ricardosander@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui