UFPel trabalha na criação de teste que detecta vírus ativo e anticorpos da Covid-19

Resultado sai em cerca de três minutos e equipamento usado custa em média R$ 30 a unidade


0
Foto: Reprodução / Shutterstock

Pesquisadores da Universidade Federal de Pelotas, na Região Sul do estado, trabalham na criação de um teste ágil e de alta confiabilidade que seja capaz de detectar, ao mesmo tempo, se o coronavírus está ativo e também se existe a presença de anticorpos para doença. Com a meta de atingir uma eficiência de 85% de confiabilidade, a estimativa é terminar o estudo ainda no primeiro semestre deste ano para transferir a tecnologia para o mercado.

O equipamento é um biossenssor descartável e funciona como uma espécie de chip, feito à base de grafeno. Esse material é uma das formas cristalinas do carbono, assim como o diamante e o grafite. Por ser um bom condutor de eletricidade, é possível identificar com mais facilidade quem está infectado por meio de uma amostra de sangue. De acordo com o estudo, cerca de três minutos após esse biossenssor ser conectado ao dispositivo de leitura já é possível saber se há presença do vírus ativo ou anticorpos da doença na amostra de sangue do paciente.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui