Um Lugar no Vale: Roca Sales, a Cidade da Amizade que se destaca pela produção primária, indústria frigorífica e turismo

Município, conhecido inicialmente como "Conventos Vermelhos", recebeu o nome de Roca Sales em 1900. O então distrito foi desmembrado de Estrela em 18 de dezembro de 1954 e instalado em 28 de fevereiro de 1955


0

Com cerca de 11 mil habitantes, a Cidade da Amizade foi conhecida inicialmente por “Conventos Vermelhos”, denominação designada pelos marinheiros que navegavam pelo Rio Taquari ao encontrarem à margem esquerda um arroio de águas barrentas, avermelhadas pela erosão provocada pelas chuvas, naquele lugar ermo, próprio para retiro e refúgio, como se fosse um convento natural.

O núcleo de Conventos Vermelhos foi fundado em 27 de maio de 1881, em terras que pertenciam anteriormente à família Santos Pinto. O núcleo foi ocupado por agricultores de origem alemã, italiana, lusitana, suíça, polonesa e francesa, fundando as primeiras comunidades, construindo as primeiras igrejas e escolas. Os primeiros moradores do local foram Cesário Piccinini, Cândido Giongo, Emílio Rotta, Sílvio Piccinini e José Brock.

Com o desenvolvimento do povoado, em 18 de maio de 1898, foi criado o Distrito de Conventos Vermelhos. Em 1900, ocorre a mudança da denominação para Roca Sales. O novo nome originou-se de dois importantes fatos internacionais: em 1899, quando o presidente da Argentina, Júlio Argentino Roca, visitou o Brasil e teve a visita retribuída, no ano seguinte, pelo presidente brasileiro Manuel Ferraz de Campos Sales. Para homenagear os dois presidentes, o intendente de Estrela, Francisco Ferreira Brito, de onde a localidade pertencia, mudou a denominação para ‘Roca Sales’.

Durante muitos anos o distrito foi grande produtor de banha. Em 13 de setembro de 1924, o distrito de Roca Sales foi elevado à categoria de freguesia e em 18 de dezembro de 1954 foi desmembrado de Estrela e instalado em 28 de fevereiro de 1955. Hoje a economia baseia-se na produção de aves, suínos, frutas cítricas e indústria frigorífica.

A cidade é cortada pela ferrovia Tronco Sul, que liga o estado com Santa Catarina, além de ser o início da Ferrovia do Trigo, que conduz a Passo Fundo. No turismo, um novo atrativo começa a ser implementado na Linha Júlio de Castilhos, a Rota das Belas Casas, onde dezenas de edificações construídas pelos imigrantes alemães são preservados pelos moradores. Empreendimentos pelo interior também atraem visitantes.

Já na cidade, a revitalização da orla do Rio Taquari faz surgir o Parque Náutico. Para março de 2022, deverá ocorrer mais uma edição da Exporoca, a feira comercial e industrial do município. De acordo com a coordenadora municipal de turismo, Marlisa Sartori Bratti, Roca Sales se destaca também pelo povo trabalhador e empreendedor. “Somos um município que vê nas oportunidade como o turismo uma forma de desenvolvimento e estamos trabalhado muito para colher os resultados dessas iniciativas”.

Veja o vídeo 

Texto Alício de Assunção
turismo@independente.com.br


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui