Um mês após o incidente, família de menino de 1 ano, morto em atropelamento, realiza homenagem

De acordo com os familiares, a criança teria saído do interior de casa e ingressado na via, sendo atingida pelo carro


0
Foto: Divulgação

Amigos e familiares do menino de 1 ano e 11 meses, que morreu no mês passado vítima de atropelamento, na Rua Silva Jardim, no centro de Lajeado, realizaram uma homenagem na noite da última segunda-feira (19). De acordo com os familiares, a criança teria saído do interior de casa e ingressado na via, sendo atingida pelo carro.

A ação, que marca um mês da morte, aconteceu no mesmo local onde aconteceu o fato. O acidente de trânsito aconteceu por volta das 20h do dia 19 de junho. O menino chegou a ser encaminhado para atendimento hospitalar, mas já chegou sem vida na casa de saúde. Na ocasião, o condutor não parou para prestar socorro e, desde então, estava desaparecido.

Como está o caso

No dia 2 de julho, a Polícia Civil chegou a localização do condutor do automóvel. Ele se apresentou, acompanhado do seu advogado, na Delegacia de Polícia do município. Ele possui aproximadamente 50 anos de idade e é morador de Lajeado. 

Durante coletiva, realizada no dia 8 de julho, o delegado titular da Delegacia de Polícia Civil de Lajeado, Marcio Moreno, declarou que ele vai responder em liberdade por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. 

Conforme o delegado, o motorista que é de Lajeado, dirigia com a CNH cassada e tinha condições de prestar socorro à vítima. “Verificamos que ele não tinha o direito de dirigir, estava com a CNH cassada e pelo videomonitoramento vimos que ele tinha toda a condição de prestar socorro”, relata. O acusado disse em depoimento à polícia que não parou porque não se deu conta do ocorrido.

Texto: Vinicius Mallmann
regional@independente.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui