União pagou R$ 5,48 bilhões de dívidas de estados no primeiro semestre

Dados foram divulgados nesta quarta-feira (15) pelo Tesouro Nacional.


0

O Tesouro Nacional pagou, no primeiro semestre, R$ 5,48 bilhões em dívidas atrasadas de estados. Desse total, a maior parte, R$ 2,04 bilhões, é relativa a atrasos de pagamento do estado do Rio de Janeiro. Também foram pagos R$ 1,93 bilhão de Minas Gerais e R$ 553,18 milhões de Goiás. Os dados estão no Relatório de Garantias Honradas pela União em Operações de Crédito, divulgado hoje (15) pela Secretaria do Tesouro Nacional. As garantias são executadas pelo governo federal quando um estado ou município ficar inadimplente em alguma operação de crédito. Fonte: Agência Brasil


OUÇA O PROGRAMA


RS registra 1.321 novos casos de Covid-19 nesta quarta-feira

O Rio Grande do Sul registra quarta-feira (15), 1.321 novos casos de Covid-19 e chega a um total de 42.239. O número estimado de recuperados é de 35.388 (84% dos casos); em acompanhamento são 5.750 (14%); e 1.101 óbitos, sendo 41 deles ocorridos entre os dias 6 e 15 de julho.

Estado anuncia R$ 55,1 milhões para perfuração de poços e construção de açudes

O governo do Estado anunciou, na manhã desta quarta-feira (15), recursos para o enfrentamento à estiagem e para ameniza os danos causados pelos meses de seca no Rio Grande do Sul, entre o final do ano passado e o começo de 2020. No total, serão R$ 55,1 milhões destinados a perfuração de poços, construção de açudes e pagamento de horas-máquina para recuperação de estradas. Pelo menos 25 municípios do Vale do Taquari receberão verba. Fonte: Governo RS

Barroso veta biometria nas eleições municipais em função da pandemia do coronavírus

Em função da pandemia do novo coronavírus, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, decidiu excluir a necessidade de identificação biométrica na eleição municipal deste ano. A decisão de Barroso ainda precisa ser analisada pelos demais ministros do tribunal. Neste ano, 119,7 milhões de eleitores estariam aptos a votar pelo sistema de biometria. A exclusão do procedimento segue recomendação apresentada pelos infectologistas que prestam consultoria sanitária para a realização pleito. Fonte: G1

Auxílio Emergencial: 4ª parcela começa a ser paga no dia 20 a beneficiários do Bolsa Família

Começa na próxima segunda-feira (20) o pagamento da quarta parcela do Auxílio Emergencial de R$ 600 para quem recebe o Bolsa Família. Esses beneficiários têm calendário distinto dos demais trabalhadores inscritos no aplicativo e site do Auxílio. Os pagamentos para esse grupo são feitos da mesma forma que o Bolsa Família, de acordo com o Número de Identificação Social (NIS). Os beneficiários do Bolsa Família vão receber mais duas parcelas de R$ 600, seguindo o calendário de pagamentos do próprio programa. Assim, a quinta parcela será paga entre 18 e 31 de agosto.
Fonte: G1

Comerciantes atacam carro do prefeito de Ribeirão Preto, SP, durante protesto por abertura de lojas

Comerciantes contrários ao fechamento das lojas durante a pandemia de Covid-19, que se manifestavam em frente ao Palácio Rio Branco, sede da Prefeitura de Ribeirão Preto (SP), atacaram o carro particular do prefeito Duarte Nogueira (PSDB) com socos e chutes na manhã desta quarta-feira (15). Segundo vídeos feitos por testemunhas, o veículo foi danificado após o chefe do Executivo sair do prédio e entrar no carro. Em nota, a Prefeitura de Ribeirão Preto informou que repudia com veemência os atos descabidos, inconsequentes e inaceitáveis praticados por agressores. Também informou que os responsáveis deverão responder por atos criminosos. Fonte: G1

Municípios catarinenses decretam lockdown no sul do estado

Após a prefeitura de Tubarão, no sul de Santa Catarina, decretar lockdown para conter o avanço do novo coronavírus, prefeitos de 17 cidades da região assinaram uma resolução se comprometendo a replicar a medida nas demais cidades. As medidas estão previstas para durar nove dias e todas as atividades não essenciais serão suspensas. Tubarão é a cidade que concentra os leitos para tratamento da Covid-19 na região. A situação ficou crítica após o Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) atingir 100% da capacidade de internação em UTIs. O lockdown passa a valer a partir desta quinta nos 18 municípios da região da Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel), que inclui Tubarão, Laguna, Braço do Norte, um dos primeiros focos da doença no estado, Imbituba e cidades vizinhas. Fonte: Correio do Povo

Três fóruns do Vale reabrem com atendimento restrito a advogados

Após quase quatro meses fechados, os fóruns de Lajeado, Encantado e Taquari reabriram na tarde desta segunda-feira (15). A decisão é fruto de alternativas criadas conjuntamente pela Ordem dos Advogados do Brasil no Rio Grande do Sul (OAB/RS) e o Tribunal de Justiça do Estado (TJ-RS). Em Lajeado, o atendimento será restrito aos advogados e, com agendamento prévio por e-mail, com um atendimento diário por escritório. Os atendimentos serão de, no máximo 15 minutos por profissional/sociedade, podendo contemplar até, no máximo, dez processos. O expediente interno — para os funcionários — é das 13h às 19h, e o atendimento externo ocorre das 14h às 18h, com reserva da primeira hora para os profissionais com 60 anos ou mais. RS

Bolsonaro sanciona novo marco legal do saneamento

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta quarta-feira (15), o novo marco legal do saneamento. O texto abre espaço para a iniciativa privada atuar com mais força na exploração dos serviços de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto. Um dos principais pilares do novo marco é proibir que empresas públicas estaduais – que hoje dominam o setor – fechem contratos de programa (sem licitação) com os municípios, que são os titulares dos serviços de saneamento. A expectativa é de que, com a nova lei, haja uma onda de privatizações e investimentos de empresas no setor. O governo federal estima que a universalização dos serviços de saneamento deve envolver investimentos de R$ 600 bilhões a R$ 700 bilhões. Fonte: Correio do Povo

Ministério da Economia mantém em queda de 4,70% a projeção do PIB de 2020

O Ministério da Economia manteve a previsão para a queda do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020 em 4,70%. Em meio à pandemia do coronavírus, a Secretaria de Política Econômica (SPE) manteve ainda as projeções para a atividade econômica também nos próximos anos, de acordo com a grade de parâmetros divulgada nesta quarta-feira. A grade é utilizada pelo governo como base para relatórios e projeções. A projeção da Secretaria de Política Econômica é mais otimista do que a de analistas de mercado. ão de crescimento foi mantida em 3,20%. Para 2022, a estimativa de alta no PIB continuou em 2,60%. O ministério manteve ainda as projeções de crescimento da economia de 2023 e 2024, ambas em 2,50%.Fonte: Correio do Povo

Produção e apresentação: Rita de Cássia


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui