Univates integra Programa Nacional de Imunização

Instituição disponibilizou um ultrafreezer que será utilizado para o armazenamento da vacina.


0

Nesta semana, o Brasil deu um passo importante na luta contra a Covid-19. O Programa Nacional de Imunização (PNI) começou a ser executado, e as primeiras doses da vacina já estão sendo aplicadas. Para auxiliar na distribuição e aplicação das vacinas, entidades de diversos segmentos estão se mobilizando para ajudar em diversas frentes. Na área da educação, mais de 150 instituições de ensino superior integram o PNI, entre elas a Universidade do Vale do Taquari – Univates.

Como parte do plano, as universidades de todo o país estão colocando as estruturas dos seus campi à disposição do Governo Federal com a finalidade de ampliar a atuação dos profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) na vacinação da população. Essa iniciativa, que prevê inclusive cessão de parte de suas estruturas físicas, equipamentos e, em alguns casos, até recursos humanos, visa a dar maior potência ao SUS na tarefa de imunizar o maior número de pessoas em menor tempo possível.

A Univates irá colocar à disposição do Governo do Estado do Rio Grande do Sul um ultrafreezer para o armazenamento das vacinas contra a Covid- 19. A iniciativa é uma ação da reitoria da Instituição, em parceria com o Consórcio das Universidades Comunitárias Gaúchas (Comung) e da Secretária de Inovação, Ciência e Tecnologia (SICT).

Inicialmente, o público a ser vacinado são os profissionais de saúde da linha de frente em hospitais, Atenção Básica e rede de urgência e emergência; pessoas acima de 60 anos que vivem em Instituições de Longa Permanência de Idosos (Ilpi) – asilos – e populações indígenas aldeadas. No Vale do Taquari, 4.240 doses chegaram na tarde desta terça-feira, dia 19, na 16ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), onde serão distribuídas para os 37 municípios. Lajeado e Estrela foram os primeiros municípios com vacinas aplicadas.

Ultrafreezer

A Univates conta com os ultrafreezers para realizar pesquisas no Programa de Pós-Graduação – Mestrado e Doutorado em Biotecnologia (PPGBiotec) e no Parque Científico e Tecnológico do Vale do Taquari (Tecnovates). Com capacidade de 585 litros, a estimativa é de que o ultrafreezer comporte 200 mil doses da vacina em uma temperatura inferior a -70ºC, definida para a conservação das doses e certificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

De acordo com a diretora de Inovação e Sustentabilidade da Univates, professora Simone Stülp, a expertise de uma Universidade é fundamental para o controle e combate à pandemia do coronavírus. “As Universidades estão tendo um papel fundamental neste momento de pandemia. Seja no estudo da doença, desenvolvendo vacinas ou ainda em processos de desinfecção, além da disponibilização de infraestrutura para apoio às estruturas de saúde.

A Univates tem atuado de forma muito próxima das demandas que estão surgindo neste momento, demonstrando a importância do conhecimento e do desenvolvimento da ciência”, salienta. AI/RC

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui