Univates recebe pós-graduandos do Pará para estudos na área de taxonomia

Estudantes foram contemplados com a bolsa Protax


0

A taxonomia é a área da biologia que estuda a descrição, a identificação e a classificação dos organismos. Os profissionais dessa área são capacitados para coletar, identificar e descrever ácaros coletados no ambiente.

Para fomentar a formação de profissionais de taxonomia biológica, o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) promovem o Programa de Apoio a Projetos de Pesquisas para a Capacitação e Formação de Recursos Humanos em Taxonomia Biológica (Protax). A Universidade do Vale do Taquari – Univates foi uma das instituições contempladas no último edital, por isso, dois mestrandos e um doutorando receberam bolsas de estudos.

As atividades estão vinculadas ao Laboratório de Acarologia, que é referência nacional na descrição e identificação de ácaros. O trabalho de pesquisa na área é coordenado pelo doutor Juarez Ferla, professor da Univates desde 2001. Naiara Antonia Nunes Vinhas, do município de Bragança, Iury Silva de Castro, do município de Tracuateua, e Adria de Oliveira Azevedo, da cidade de Belém, todos do Estado do Pará, realizam seus estudos vinculados ao Programa de Pós-Graduação em Ambiente e Desenvolvimento (PPGAD) e atividades na Univates desde abril de 2021.

Conforme o professor Ferla, possibilitar que pesquisadores do PPGAD realizem atividades de capacitação em taxonomia de ácaros é importante não apenas para a Univates e sua área de pesquisa, mas também para a sociedade em geral e a sociedade paraense, que terá três taxonomistas capacitados a identificar e descrever espécies da Floresta Amazônica daquele estado. “Poder contribuir para a formação de profissionais nessa área é importante e provoca satisfação, pois acredito que seja uma das ações das universidades modernas”, relata.

Saiba mais

O Protax tem o objetivo de apoiar projetos de pesquisa que visem a contribuir significativamente para o desenvolvimento científico e tecnológico e a inovação no Brasil, por meio da formação de recursos humanos especializados na área da taxonomia biológica envolvendo grupos botânicos, zoológicos ou microbiológicos, com destaque para as pesquisas destinadas ao conhecimento dos micro-organismos (fungos e bactérias), importantes para resolução de questões relativas à saúde humana e ao ambiente.

O Laboratório

O Laboratório de Acarologia foi criado em 2001 pelo professor doutor Noeli Juarez Ferla, estando atualmente instalado no Prédio 21 da Univates, como parte da estrutura de pesquisa do Parque Científico e Tecnológico Univates, o Tecnovates. Ele é vinculado ao curso de Ciências Biológicas e aos Programas de Pós-Graduação em Ambiente e Desenvolvimento (PPGAD), em Biotecnologia (PPGBiotec) e em Sistemas Ambientais Sustentáveis (PPGSAS). AI/VM


DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui