Univates recebe premiação do Conselho Federal de Biomedicina

Reconhecimento se dá pelo trabalho prestado durante a pandemia


0
Foto: Antônio Luiz Marchi/Divulgação

A Univates recebeu do Conselho Federal de Biomedicina um troféu de reconhecimento ao trabalho prestado à comunidade durante a pandemia. A entrega foi realizada na última quarta-feira (19), em encontro realizado na universidade. Nele, o presidente do Conselho Regional de Biomedicina e secretário-geral do Conselho Federal de Biomedicina, doutor Renato Minozzo, afirmou que a Univates é um orgulho para a Biomedicina.

“Acompanhamos o crescimento do curso, assim como da Universidade, não só de tamanho, mas de importância. Também vimos o quanto o município e a região entenderam a importância da Universidade, afinal o desenvolvimento das pessoas e da saúde passa pela Universidade. Pra gente, vocês são um exemplo único de uma Instituição tão vinculada com a sua cidade e com a região”, destacou Minozzo.

Ele acrescentou que o troféu é uma forma de reconhecer a importância dos biomédicos, que geralmente fazem um trabalho anônimo. “Agora descobriram a importância desse profissional, que trabalha na vigilância sanitária, na pesquisa e em tantas áreas de atuação. Alguns lugares estão fazendo a diferença nessa pandemia, e esse reconhecimento é ao Laboratório da Univates, focando nos biomédicos da Univates. É uma simples homenagem só para dizer que estamos atentos ao que está acontecendo e que o trabalho de vocês fez a diferença na pandemia”, concluiu.

O diretor do Saúde Univates, Jairo Hoerlle, salientou o quão importante foi colocar os serviços do Laboratório Univates para o atendimento das demandas advindas da pandemia, e que a estrutura diferenciada e os profissionais qualificados fizeram a diferença. Destacou que a ação dos biomédicos, nas mais diversas frentes, ajudou no enfrentamento à Covid-19.

Para o presidente da Fundação Univates, Ney Lazzari, o curso de Biomedicina contribui para nos colocar em outro patamar em questão tecnológica e laboratorial. “No ano passado, de um dia para o outro, a gente tinha gente qualificadas pra fazer os testes de PCR, porque só equipamento não basta. Conseguimos montar isso de forma rápida e ágil. Já fizemos mais de 300 testes em um único dia. As análises feitas aqui, o que ocorre na Unidade de Pronto Atendimento e no Hospital ajudam a predizer o que irá acontecer em Lajeado em relação ao coronavírus. Além disso, prestamos serviços para muitos municípios e empresas. Ficamos muito orgulhosos com esse reconhecimento e temos grandes laboratórios nos nossos projetos futuros”, observou Lazzari.

A reitora da Univates, professora Evania Schneider, reforçou o trabalho forte da instituição e investimento na saúde, destacando seu caráter comunitário e a sua contribuição para a região. “Precisamos destacar também a contribuição muito grande das pessoas que fazem isso acontecer e, neste caso, de quem trabalhou sem parar para entregar resultados o mais rápido possível nesse contexto de pandemia”, salientou.

A professora Andréa Horst, gerente dos Laboratórios de Apoio ao Diagnóstico, abordou o apoio coletivo de todas as pessoas dentro da instituição, permitindo que o trabalho de diagnóstico do coronavírus  fosse feito, assim como refletiu a qualidade do curso de Biomedicina e a formação dos egressos.

Ao final foi feita a posse do Biomédico Imagenologista do Saúde Univates, Guilherme da Costa, como Delegado do Conselho de Biomedicina da comarca de Lajeado. Também participaram do encontro a coordenadora do curso de Biomedicina, Gabriela Kniphoff da Silva Lawisch; o conselheiro do CRBM,Eloir Dutra Lourenço, e a assessora executiva da Fundação Univates, Amanda Vettorello. AI/VM

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui