UPAs de Porto Alegre começam a apresentar diminuição no número de pacientes

No Pronto Atendimento da Cruzeiro do Sul, pela primeira vez, não havia pessoas aguardando um leito de UTI


0
Foto: Reprodução / Shutterstock

Após apresentar picos de superlotação, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Porto Alegre começam a registrar uma considerável diminuição no número de pacientes. O secretário municipal da Saúde (SMS), Mauro Sparta, afirmou nesta terça-feira que ocorreu uma redução das doenças respiratórias o que acabou por contribuir na baixa das internações nos Pronto Atendimentos.

Mesmo que as unidades da Lomba do Pinheiro, Bom Jesus, Cruzeiro do Sul e UPA Moacyr Scliar ainda apresentem mais de 100% de lotação, a demanda de pacientes, conforme Sparta, não é mais tão alta. As unidades seguem com o atendimento de casos graves e os servidores das instituições de saúde informam o público sobre a situação dos PAs.

Durante a manhã, o setor de traumatologia do Pronto Atendimento da Cruzeiro do Sul (PACS) foi um um dos locais mais procurados pela população.

Fonte: Correio do Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Por favor, coloque o seu nome aqui